Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

O rock'n'roll de Martin Scorsese e Mick Jagger

  • 333

Concertos, muitos, uns atrás dos outros, ruas caóticas com corpos a descer o céu e armas que certamente foram parar a mãos erradas. Há um tipo a snifar uma linha de coca e uma mulher muito loira, pestanas hirtas e lábios cobertos de batom vermelho, que se arranja diante do espelho. A nova série da HBO, "Vinyl", tem assinatura de Scorsese e Mick Jagger, e estreia em 2016

Helena Bento

Jornalista

Nova Iorque, anos 70. O sexo e as drogas e o rock'n'roll (eternizados no célebre lema tão levado a peito), quando o punk, o disco e o hip-hop começavam a rasgar com toda a pujança. Eis os ingredientes da nova série televisiva produzida por Martin Scorsese e Mick Jagger, que a HBO vai estrear em 2016, segundo fez saber a produtora norte-americana em comunicado.

A isto, há que juntar aquilo que o trailer dá a ver: os concertos, muitos, sucedem-se em catadupa, a um ritmo febril, quase alucinante, as ruas são caóticas, com corpos a cair, vindos sabe-se lá donde, em cima de carros. Há armas, um tipo a snifar uma linha de coca, e há ainda uma mulher de “cachinhos” muito loiros, pestanas negras, hirtas, e lábios cobertos de batom vermelho a preparar-se para qualquer coisa que ainda não sabemos.

"Vinyl", registo desse outro tempo, outro mundo, dividido em 10 episódios, acompanha Richie Finestra (Bobby Cannavale), um executivo que tenta dar novo fôlego à sua editora discográfica, a American Century Records, numa época de mutações radicais, ao mesmo tempo que lida com a mulher, uma atriz e modelo (interpretada na série por Olivia Wilde), pouco dada a desvarios loucos.

James Jagger, filho de Mick, interpretará Kip Stevens, líder de uma banda punk emergente, os Nasty Bits, Ray Romano será Zak Yankovich, amigo de Richie, e Juno Temple interpretará o papel de Jamie Vine, uma assistente ambiciosa que trabalha na editora. Assinale-se ainda a participação de Connor Hanwick, baterista dos extintos The Drums, que fará de Lou Reed, e Christian Peslak, dos Saint Rich e Delicate Steve, a interpretar o papel de David Johansen, membro fundador dos New York Dolls.

A série, mantida por ora em quase-segredo, tendo sido revelados pouquíssimos detalhes, tem argumento assinado por Terence Winter, guionista e produtor de “Os Sopranos”, que trabalhou com Scorsese em “Boardwalk Empire” e no filme “O Lobo de Wall Street”, e por George Mastras (“Breaking Bad”).

Scorsese e Jagger tinham trabalhados juntos antes em "Shine a Light", um documentário em que o realizador revela o mundo dos Rolling Stones captando-os durante um concerto no famoso Beacon Theater, em Nova Iorque, no outono de 2006.