Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

O outro lado dos Emmys (para lá de Westeros e da Casa Branca)

  • 333

"Olive Kitteridge" vai marcar a rentrée televisiva em Portugal. Chega-nos com 13 nomeações ao Emmy na carteira

D.R.

Depois das nomeações para os Emmys, cujos resultados serão conhecidos a 20 de setembro, fomos percorrer a lista em busca de algo novo. Fugimos a séries como “Guerra dos Tronos” ou “House of Cards e selecionámos outras produções demasiado boas para serem esquecidas

“Guerra dos Tronos” até pode liderar com 24 nomeações, mas neste confronto de gigantes da televisão existem outros argumentos que valem por si. São séries de grande sucesso — e outras nem tanto — que provam a existência de mais mundo além da saga televisiva criada por David Benioff e D. B. Weiss para a HBO, a partir dos livros de George R.R. Martin. Vamos então ao menos óbvio.

Comecemos por algumas novidades: “Olive Kitteridge”. Provavelmente ainda pouco se ouviu sobre esta série em Portugal, mas consegue ser uma das campeãs de nomeações, ficando em 3.º lugar no pódio (atrás de “American Horror Story: Freak Show”, com 19 indicações). São 13, fazendo desta produção da HBO a terceira mais nomeada para os Emmys deste ano. A história, dividida em quatro episódios, estreia em Portugal no TVSéries já em setembro.

Impossível de deixar de fora é também “Better Call Saul”. Por cá ainda não a vimos (será preciso esperar até outubro para a apreciarmos no Netflix), mas esta prequela de “Breaking Bad” tem tudo para dar certo e as nomeações falam por si. Foram sete, quatro delas em categorias consideradas principais: Melhor Série Dramática, Melhor Argumento (episódio “Five-O”), Melhor Ator em Série Dramática (Bob Odenkirk) e Melhor Ator Secundário em Série Dramática (Jonathan Banks).

“Transparent” é também um caso sério, com 11 nomeações. Considerada uma das mais fortes séries de comédia da atualidade (depois de anos em que “Uma Família Muito Moderna” liderava em todas as frentes), ocupa lugar nas principais categorias: Melhor Série de Comédia, Melhor Ator em Série de Comédia (Jeffrey Tambor), Melhor Atriz em Série de Comédia (Gaby Hoffmann) e Melhor Argumento (episódio piloto). A primeira temporada desta série dos Amazon Studios sobre a transexualidade já foi exibida em Portugal.

Temos ainda “Orange Is the New Black”, série já muito premiada e cujos moldes de estreia em Portugal ainda não são claros. Esta produção da Tilted Productions em associação com Lionsgate Television (lançada pelo Netflix) sobre a vida de uma mulher de classe média alta numa prisão feminina está nomeada em quatro categorias, três delas de peso: Melhor Série Dramática, Melhor Atriz Secundária em Série Dramática (Uzo Aduba) e Melhor Ator Secundário (Pablo Schreiber). “OITNB”, como costuma ser abreviada pelos fãs, já foi renovada para a quarta temporada.

Numa altura em que o binge-watching (ver uma temporada toda de seguida) e os serviços de streaming ocupam um lugar cada vez maior na televisão, é por enquanto impossível saber se os canais tradicionais vão continuar a liderar ou se serão as as megaproduções de serviços over-the-top a levar a melhor. É esperar até 20 de setembro, data em que toda a verdade sobre os Emmys será revelada.

Conheça abaixo os nomeados nas principais categorias ou leia AQUI a informação completa.

Melhor Série (Drama):

  • “Better Call Saul”
  • “Downton Abbey”
  • “Guerra dos Tronos”
  • “Homeland”
  • “House of Cards”
  • “Mad Men”
  • “Orange Is the New Black”

Melhor Ator Principal (Série Dramática):

  • Hugh Bonneville, em “Downton Abbey”
  • Jeff Daniels, em “The Newsroom”
  • Jon Hamm, em “Mad Men”
  • Bob Odenkirk, em “Better Call Saul”
  • Kevin Spacey, em “House of Cards”
  • Kyle Chandler, em “Bloodline”
  • Liev Schrieber, em “Ray Donovan”

Melhor Atriz Principal (Série Dramática):

  • Claire Danes, em “Homeland”
  • Viola Davis, em “Como Defender Um Assassino”
  • Taraji P. Henson, em “Empire”
  • Tatiana Maslany, em “Orphan Black”
  • Elizabeth Moss, em “Mad Men”

Melhor Ator Secundário (Série Dramática):

  • Jonathan Banks, em “Better Call Saul”
  • Ben Mendelsohn, em “Bloodline”
  • Jim Carter, em “Downton Abbey”
  • Peter Dinklage, em “Guerra dos Tronos”
  • Alan Cumming, em “The Good Wife”
  • Michael Kelly, em “House Of Cards”

Melhor Atriz Secundária (Série Dramática):

  • Joanne Froggatt, em “Downton Abbey”
  • Lena Headey, em “Guerra dos Tronos”
  • Emilia Clarke, em “Guerra dos Tronos”
  • Christine Baranski, em “The Good Wife”
  • Christina Hendricks, em “Mad Men”
  • Uzo Aduba, em “Orange is The New Black”

Melhor Ator Convidado (Série Dramática):

  • Alan Alda, em “The Blacklist”
  • Michael J. Fox, em “The Good Wife”
  • F. Murray Abraham, em “Homeland”
  • Reg E. Cathey, em “House of Cards”
  • Beau Bridges, em “Masters Of Sex”
  • Pablo Schreiber, em “Orange is The New Black”

Melhor Atriz Convidada (Série Dramática):

  • Margo Martindale, em “The Americans”
  • Diana Rigg, em “Guerra dos Tronos”
  • Rachel Brosnahan, em “House of Cards”
  • Cicely Tyson, em “Ophelia Hartness”
  • Allison Janney, em “Masters Of Sex”
  • Khandi Alexander, em “Scandal”

Melhor Argumento (Série Dramática):

  • “The Americans”, episódio “Do Mail Robots Dream Of Electric Sheep?”
  • “Guerra dos Tronos”, episódio “Mother’s Mercy”
  • “Better Call Saul”, episódio “Five-O”
  • “Mad Men”, episódio “Lost Horizon”

Melhor Série (Comédia):

  • “Louie”
  • “Uma Família Muito Moderna”
  • “Parks and Recreation”
  • “Silicon Valley”
  • “Transparent”
  • “Unbreakable Kimmy Schmidt”
  • “Veep”

Melhor Ator Principal (Série de Comédia):

  • Louis CK, em “Louie”
  • Don Cheadle, em “House of Lies”
  • Jeffrey Tambor, em ”Transparent”
  • Anthony Anderson, em “Black-ish”
  • Will Forte, em “The Last Man on Earth”
  • Matt LeBlanc, em “Episodes”

Melhor Atriz Principal (Série de Comédia):

  • Edie Falco, em “Nurse Jackie”
  • Lisa Kudrow, em “The Comeback”
  • Julia Louis-Dreyfus, em “Veep”
  • Amy Poehler, em “Parks and Recreation”
  • Amy Schumer, em “Inside Amy Schumer”

Melhor Ator Secundário (Série de Comédia):

  • Andre Braugher, em “Brooklyn Nine-Nine”
  • Adam Driver, em “Girls”
  • Keegan-Michael Key, em “Key & Peele”
  • Ty Burrell, em “Uma Família Muito Moderna”
  • Tituss Burgess, em “Unbreakable Kimmy Schmidt”
  • Tony Hale, em “Veep”

Melhor Atriz Secundária (Série de Comédia):

  • Mayim Bialik, em “Teoria do Big Bang”
  • Niecy Nash, em “Getting On”
  • Julie mBowen, em “Modern Family”
  • Allison Janney, em “Mom”
  • Kate McKinnon, em "Saturday Night Live"
  • Gaby Hoffmann, em “Transparent”
  • Jane Krakowski, em “Unbreakable Kimmy Schmidt”
  • Anna Chlumsky, em “Veep”

Melhor Argumento (Série de Comédia):

  • “Showtime”, episódio “Showtime Presents”
  • “The Last Man On Earth”, episódio “Alive In Tucson”
  • “Louie”, episódio “Bobby’s House”
  • “Sillicon Valley, episódio “Two Days Of The Condor”
  • “Transparent”, episódio piloto
  • “Veep”, episódio “Election Night”

Melhor Minissérie:

  • “American Crime”
  • “American Horror Story: Freak Show”
  • “Olive Kitteridge”
  • “The Honorable Woman”
  • “Wolf Hall”

Melhor Ator (Minissérie):

  • Richard Jenkins, em “Olive Kitteridge”
  • David Oyelowo, em “Nightingale”
  • Adrien Brody, em “Houdini”
  • Mark Rylance, em “Wolf Hall”
  • Ricky Gervais, em “Derek”

Melhor Atriz (Minissérie):

  • Maggie Gyllenhaal, em “The Honorable Woman”
  • Jessica Lange, em “American Horror Story: Freak Show”
  • Felicity Huffman, em “American Crime”
  • Queen Latifah, em “Bessie”
  • Frances McDormand, em “Olive Kitteridge”
  • Emma Thompson, em “Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street Live from Lincoln Center”

Melhor Ator Secundário (Minissérie):

  • Richard Cabral, “American Crime”
  • Denis O’Hare, “American Horror Story: Freak Show”
  • Finn Wittrock, “American Horror Story: Freak Show”
  • Michael Kennetg, “Bessie”
  • Bill Murray, “Olive Kitteridge”
  • Damian Lewis, “Wolf hall”

Melhor Atriz Secundária (Minissérie):

  • Regina King, “American Crime”
  • Sarah Paulson, “American Horror Story: Freak Show”
  • Angela Bassett, “American Horror Story: Freak Show”
  • Kathy Bates, “American Horror Story: Freak Show”
  • Mo’Nique, “Bessie”
  • Zoe Kazan, “Olive Kitteridge”

Melhor Reality-Show:

  • “Amazing Race”
  • “Dancing With The Stars”
  • “Project Runway”
  • “Achas que Sabes Dançar?”
  • “Top Chef”

Melhor Apresentador em Reality-Shows:

  • Tom Bergeron, de “Dancing With The Stars"
  • Jane Lynch, de “Hollywood Game Night”
  • Heidi Klum e Tim Gunn, de “Project Runway”
  • Anthony Bourdain, de “The Taste”

Melhor Programa de Variedades:

  • “The Colbert Report”
  • “The Daily Show Daily Show with Jon Stewart”
  • “Jimmy Kimmel Live”
  • “Last Week Tonight with John Oliver”
  • “The Late Show with David Letterman”
  • “The Tonight Show Starring Jimmy Fallon”

Melhor Argumento de Séries de Variedades:

  • “The Colbert Report”, da Comedy Central
  • “The Daily Show With Jon Stewart”, da Comedy Central
  • “Inside Amy Schumer”, da Comedy Central
  • “Kay & Peele”, da Comedy Central
  • “Last Week Tonight with John Oliver”, da HBO

Melhor Telefilme:

  • “Agatha Christie’s Poirot: Curtain, Poirot’s Last Case”
  • “Bessie”
  • “Grace Of Monaco”
  • “Hello Ladies: The Movie”
  • “Killing Jesus”
  • “Nightingale”

Melhor Série de Sketches:

  • “Drunk History”, da Comedy Central
  • “Inside Amy Schumer”, da Comedy Central
  • “Key & Peele”, da Comedy Central
  • “Portlandia”, da IFC
  • “Saturday Night Live”, da NBC

Melhor Documentário Especial:

  • “The Case Against 8″
  • “Going Clear: Scientology And The Prison Of Belief “
  • “Kurt Cobain: Montage Of Heck “
  • “Sinatra: All Or Nothing At All”
  • “Virunga”

Melhor Série (Animação):

  • “Archer”, episódio Pocket Listing
  • “Bob’s Burgers, episódio “Can’t Buy Me Math”
  • “The Simpsons”, “Treehouse of Horror XXV”
  • “South Park”, “Freemium Isn’t Free”

Melhor Composição Musical para Séries:

  • Duncan Thum, por “Chef’s Table”
  • Jeff Beal, por “House of Cards”
  • Bear McCreary, por “Outlander”
  • Maurizio Malagnini, por “The Paradise”
  • Abel Korzeniowski, por “Penny Dreadful”
  • Jeff Danna e Mychael Danna, por “Tyrant”

Melhor Genérico:

  • Jeff Beal, “The Dovekeepers”
  • Daniele Luppi, “Marco Polo"
  • Abel Korzenionwski, “Penny Dreadful”
  • John Debney e Bruce Broughton,”Texas Riding”
  • Dustin O’Halloran, “Transparent”
  • Jeff Danna e Mychael Danna, “Tyrant”