Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Compositor de "Titanic" morre em desastre de avião

  • 333

Ao longo dos seus 61 anos de vida, James Horner foi responsável pela partitura de filmes como "Alien", "Apollo 13", "Field of Dreams", "Braveheart", "A Beautiful Mind", "Avatar", "House of Sand and Fog" e "Titanic"

GEORG HOCHMUTH / EPA

Aparelho era pilotado pelo próprio. Nomeado em dez ocasiões para os Óscares, ganhou duas estatuetas à conta de “Titanic”

James Horner, famoso compositor de Hollywood e vencedor de dois Óscares, faleceu esta segunda-feira depois de ter perdido o controlo do seu avião privado.

Segundo declarações do seu antigo porta-voz, Mike Lindbery, citado pela agência Reuters, James conduzia o seu avião particular por volta das 9h30 quando este se despenhou em Santa Bárbara, no sul da Califórnia. O advogado de Horner, Jay Cooper, acrescentou que o compositor “era a única pessoa que ia a bordo do avião”. Apesar disto, a identidade da pessoa que pilotava o S-312 Tucano MK1 Turbo-Prop de dois lugares ainda não foi confirmada pelas autoridades. 

Ao longo dos seus 61 anos de vida, James Horner foi responsável pela partitura de filmes como "Alien", "Apollo 13", "Field of Dreams", "Braveheart", "A Beautiful Mind", "Avatar", "House of Sand and Fog" e "Titanic". Resultado: foi nomeado para 10 óscares, vencendo dois com o filme realizado por James Cameron, referentes à melhor banda sonora e melhor canção original ('My Heart Will Go On', interpretado por Celine Dion), um prémio partilhado com Will Jennings.

Nomeado em dez ocasiões para os Óscares, James Horner conquistou duas estatuetas em 1998, pela banda sonora de "Titanic" e pela melhor canção original, 'My heart will go on', cantada por Celine Dion

Nomeado em dez ocasiões para os Óscares, James Horner conquistou duas estatuetas em 1998, pela banda sonora de "Titanic" e pela melhor canção original, 'My heart will go on', cantada por Celine Dion

HAL GARB / ASFP / Getty Images

No Twitter, muitos nomes conhecidos da sétima arte já deixaram algumas palavras de apoio e reconhecimento. Ron Howard, realizador, afirma que Horner "era um compositor brilhante, meu amigo e colaborador em sete filmes. O meu coração está com aqueles que lhe são próximos”. 

“Uma grande tristeza pela perda de James Horner", escreve por seu turno o ator Setch MacFarlane. E acrescenta: "Eu cresci a apaixonar-me pelo seu trabalho. Deixa um legado espetacular". 

Outro ator, Rob Lowe, também já lamenta a morte do compositor galardoado: "Não há nada que tenha mudado mais a minha experiência cinematográfica do que o génio musical James Horner. Ele perdurará no tempo".