Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

PSD e CDS reagem à eventual candidatura de Rio à Presidência da República

  • 333

O primeiro-ministro conversa com uma criança durante a visita à Expo Trás-os-Montes, em Bragança.

MANUEL TELES

Tanto Pedro Passos Coelho como Mota Soares garantiram que a decisão sobre as presidenciais apenas será tomada depois das legislativas.

Helena Bento

Jornalista

“Eu não tenho conhecimento que haja alguma decisão nesse sentido”, afirmou este sábado Pedro Passos Coelho, referindo-se à notícia sobre o possível avanço de Rui Rio como candidato presidencial, avançada pela SIC.

O primeiro-ministro, que falava em Bragança, disse ainda que enquanto presidente do PSD está "totalmente absorvido pela preparação de uma candidatura conjunta com o CDS”. O apoio a um candidato presidencial  só será, pois, discutido depois das eleições legislativas, referiu.

Também Luís Pedro Mota Soares, vice-presidente do CDS e ministro da Segurança Social, comentou a notícia da candidatura do ex-autarca da Câmara do Porto. 

“Estamos empenhados num bom projeto para as legislativas que podemos e queremos vencer. Reafirmo que no CDS só tomaremos decisões sobre as presidenciais após as legislativas. Cada coisa a seu tempo”, afirmou Mota Soares, que também falava em Mogadouro (distrito de Bragança), na sessão de encerramento da convenção autárquica do PSD e CDS-PP.