Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Imaginarius já está na rua. E promete "uma aventura nos céus" com "energia única"

  • 333

O Imaginarius tem este ano como principal atração a peça "Voalá", do grupo Muaré

D.R.

Festival ocupa esta sexta-feira e sábado o centro histórico de Santa Maria da Feira, com espetáculos oriundos de dezanove países  

Há quem o tenha como uma iniciativa imperdível. Há quem reserve no calendário as datas prováveis para não perder pitada de cada uma das edições do Imaginarius - Festival Internacional de Teatro de Rua, que desde o início da tarde desta sexta-feira começou a mexer por entre ruas e vielas do centro de Santa Maria da Feira. 

Com 250 artistas pertencentes a dezanove nacionalidades, o certame apresentará 49 projetos diferentes oriundos de país como a Sérvia, Uruguai, Argentina, Reino Unido, Polónia, Irlanda, Alemanha, Áustria, Japão e Portugal, entre outros. 

Um dos destaques desta edição vai para a presença do grupo Voalá, constituído por "performers" argentinos e espanhóis, que a partir das 23h de hoje e de sábado mostra o espetáculo-estrela desta edição, intitulado "Muare". Segundo a organização, trata-se "de uma aventura nos céus envolta num concerto rock e numa energia única".  

Uma das características da programação é o seu carácter circular, no sentido em que se repete ao longo dos dois dias. Assim, é possível ver, hoje ou amanhã, "Marabunta", da responsabilidade de Guillem Alba & The All in One Orchestra. 

Este ano, e pela primeira vez, haverá o "Mais Imaginarius", enquadrado na programação oficial como um concurso de criações artísticas emergentes. A avaliação será feita por um júri independente internacional, no qual se incluem docentes de escolas artísticas e diretores de festivais de rua europeus. 

No total poderão ser vistas 150 horas de "performances" na programação oficial, com 13 horas contínuas em cada um dos dois dias de duração do Festival. 

Além de quatro instalações, o Imaginarius inclui ainda três "workshops" e nove residências artísticas.