Siga-nos

Perfil

Expresso

Cultura

Fundação do marido de Isabel dos Santos terá sede europeia no Porto

  • 333

Trata-se da mais importante coleção de arte africana atual. Já está a ser procurado um espaço na cidade.

Rui Duarte SIlva

Sindika Dokolo fechou com chave de ouro a exposição "You Love Me, You Love Me Not", que decorreu Galeria Municipal nos jardins do Palácio de Cristal, e em dois meses recebeu 40 mil visitantes, anunciando que o Porto terá a futura sede europeia da fundação com o seu nome.

O colecionar e empresário congolês, marido da empresária Isabel dos Santos e detentor da mais importante coleção de arte africana atual, já anda à procura de um local onde ficarão instalados os escritórios e um espaço cultural da fundação. Neste espaço, que não será fechado à coleção de arte ou a temas apenas relacionados com o contexto africano, pretende-se criar uma rede multidisciplinar, que provoque encontros e reflexão sobre o movimento da contemporaneidade nas suas diversas áreas.

Neste contexto, o Porto será uma extensão da Fundação Sindika Dokolo de Luanda na Europa. Para Paulo Cunha e Silva, vereador da cultura, " a fundação Sindika é uma plataforma que dará mais um reforço ao crescimento da cidade. Esta "coleção é uma das mais importantes da atualidade e está ligada a várias instituições de arte contemporânea", diz Cunha e Silva. "Neste sentido, contribuirá para uma reflexão sobre o futuro e a importância da arte pública no crescimento das cidades, que é um dos temas centrais deste executivo", justifica o vereador.