Siga-nos

Perfil

Expresso

Metido na corrupção só não está quem já morreu

getty

Adapto a letra da música ‘Trio Elétrico’, de Caetano Veloso (“Atrás do trio elétrico só não vai quem já morreu”), para homenagear o Brasil, esse grande país rico que se pode dar ao luxo de ser pobre. É que, ao contrário de sisudos e indignados colegas de profissão e escrita, eu prefiro duvidar. Não sei se Lula é corrupto ou não, nem se MichelTemer é corrupto ou não, nem se Dilma facilitou a pedalada fiscal ou não. Digo-o sem pudor: não faço ideia! Mas tenho por certo uma coisa – isto acaba mal.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)