Anterior
Paulo Bento e o caso "a minha pilinha é maior do que a tua"
Seguinte
Um Alemanha-Grécia de loucos (vídeo)
Página Inicial   >  Blogues  >  100 reféns  >   "Cristoteca" - discoteca da Igreja, e porque não um festival de Verão?

"Cristoteca" - discoteca da Igreja, e porque não um festival de Verão?

|

"Proporcionar aos jovens uma "diversão santa" durante a noite é o objectivo da "Cristoteca", espaço de dança que não esquece a oração e a evangelização. A ideia, que foi concebida pela Aliança de Misericórdia, comunidade católica originária do Brasil, está a dar os primeiros passos em Portugal." Site Agência Eclesia

A insistência na "aparição" de alguns jovens em espaços de diversão noturna com terços pendurados no pescoço sempre foi, para mim, um mistério do Senhor. Estava longe de adivinhar que é afinal malta que frequenta a  "Cristoteca".

"...esta iniciativa visa cativar os jovens para um convívio cristão, saudávelsem bebidas, consumos e extravagancias que normalmente acontecem nas discotecas normais". Pois é, como todos sabemos a Igreja Católica não é nada dada a extravagâncias, consumos e acontecimentos fora do normal. Aliás a luxúria "é uma cena que não assiste" à Igreja Católica, de todo.

A "Cristoteca" começa geralmente com uma missa, às 20 horas. A pista de dança, abre geralmente uma hora mais tarde, servida por "Cristodrinks", bebidas sem álcool. As entradas são gratuitas e não há consumo obrigatório". Os Franciscanos podem ficar descansados que é quase tudo "à pala". A máquina de preservativos podia disponibilizar (a troco de um euro para ajudar na construição de uma pista especial para festas da espuma) hóstias mágicas benzidas pelo padre Borga. Dez horas de transe apostólico garantido. Se alguma rapariga aparecesse grávida entretanto seria por obra e graça do Espírito Santo, obviamente. A organização não se responsabilizaria mas canalizaria o processo para a paróquia da área de residência.

Segundo contou à Agência Eclesia Vanessa Bueri, missionária brasileira da Aliança de Misericórdia: "durante a noite, far-se-á a "evangelização corpo a corpo": "abordamos os jovens enquanto eles dançam e se divertem, para poder falar um pouco de Deus com eles", refere a missionária. Quem o desejar, poderá participar no dia seguinte num encontro espiritual e formativo (...)"

Ou seja, depois de uma evangelização "corpo a corpo"  promovida por uma "missionária" com Deus "no meio de nós" segue-se um after-hours se a coisa estiver bem encaminhada. Importa fazer a ressalva que a aparição da Cristoteca teve a estreia marcada em agenda para 18 Julho de 2009, mas espero sinceramente que esteve evento seja rapidamente transformado num festival de Verão. Um verdadeiro Rock in Rio de fiéis. Um verdadeiro "Alive" da Cova da Iria. Para Vanessa Bueri "é preciso proporcionar uma experiência de tal maneira intensa, que os jovens não tenham vontade de ir para outros espaços de diversão."

Parece-me bem e deixo uma sugestão para DJ residente da "Cristoteca": o padre Frederico. DJ FRED, se preferirem. Este senhor proporciona "uma experiência de tal forma intensa que os jovens não têm vontade nenhuma de ir para outros espaços de diversão". Aliás, não têm vontade de fazer absolutamente nada. Só mesmo saltar de um precipício. Ou ser empurrados.

 

Acompanhe o 100 Reféns no Facebook

Na página oficial do 100 Reféns no Facebook juntam-se pessoas que gostam e que não gostam, que odeiam e que adoram, que veneram e que detestam, mas que não são indiferentes a este blogue do Expresso. Dê um passo e junte-se a nós.

Clique no link para aceder à página do 100 Reféns no Facebook .



Opinião


Multimédia

Os assassínios, as execuções, as decapitações são as imagens mais chocantes de uma propaganda cada vez mais sofisticada. É a Jihad, que recruta guerrilheiros no ocidente para matar e morrer na Síria. O Expresso seguiu as pisadas de cinco jiadistas portugueses, mostrando quem são e como foram convertidos e radicalizados. E como lutam, como foram morrer - e como já haverá arrependidos com medo de fugir. Reportagem em Londres, no café onde viam jogos de futebol, na universidade onde estudavam e na mesquita onde rezavam. Autoridades e especialistas em terrorismo estão alerta sobre este pequeno mas perigoso grupo, onde corre sangue português - e de onde escorre sangue por Alá.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.

Geração Z

Mais rápidos, mais capazes, mais solitários, os Z vivem agarrados aos ecrãs, pensam com a ajuda da internet e estão permanentemente preocupados com a bateria do telemóvel. Que geração é esta que nasceu com a viragem do século?

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.


Comentários 19 Comentar
ordenar por:
mais votados
Captação de fiéis
Do que se trata é uma operação de aliciamento para determinada religião. Não me parece nada fora do habitual, é simplesmente uma actualização de métodos (update). Aop que julgo saber, na religião cristã, a missa está associada à noção de festa e de banquete.
  Há muitos anos que os negros americanos fazem da missa uma festa, com canções e meneios ritmados, tudo envolvido numa mística própria.
O mesmo acontece num rito cristão, muito caro aos ciganos, existente na Andaluzia, em que se toca guitarra, se canta e se dança na igreja.

Se não houver bebidas alcoólicas pode ser que se poupem umas vidas de jovens, por via dos acidentes de automóvel....
Re: Captação de fiéis
já existe há muito tempo
isto já existe há muito tempo!
eu vou a uma discoteca bebo dois litros ou 10 de cerveja e ao final da noite tenho encontros com Deus. é ouvi-los chamar por ele também "Ai meu deus, ai meu deus"

ocontadordecenas.blogspot.pt
Ui que moca !!

Distribuição do Breviário à entrada, já que este pode sempre ser lido, mesmo em dançando.

Shots de águas-bentas, drinks longos de óleos e ungiduras, acompanhados por bolachinhas de pão-ázimo.

Bento Séc XVI está um progressista. Para atrair clientes já nem hesita em autorizações e condescendências.

Atente-se que já existem sex shops para católicos.

Deixo os links para degustação. Mirandas e outrois que tais convém absterem-se.

www.intimacyofeden.com

www.convenantspice.com

www.hookinupholy.com

PS: nada de gozar com os nomes destes sites, são garantidos 100% "christian friendly"
Re: Ui que moca !!
Re: Ui que moca !!
na acredito!
Tá tudo bebado! Arremacho!
juro...
...que quando li o título pensei que fosse uma discoteca do Cristiano Ronaldo ou endereçada somente a fãs do CR7.

barbarraridades.blogspot.pt/
2º mandamento
Bem... se é tudo em nome de Deus, porque não?... no entanto acho ridículo "santificar" a "night"... e uma falta de cultura e educação de religião e moral pensar que é tudo inocente desde que seja em nome de Deus.
Re: 2º mandamento
tenho pena dos jovens
Tenho que admitir que esta ideia é inteligente. Têm que ser criativos na angariação de novatos para a manutenção do numero de crentes. É tudo uma questão de marketing; se as empresas fazem-no, porque não a igreja? O objectivo final, não é dinheiro( directa, ou indirectamente)?
Mas tenho pena dos jovens. Vai ser uma lavagem aos cérebros!!
O Tiago Mesquita está muito bem neste crónica.
Respeitinho é bom e nós gostamos
Este Tiago Mesquita está a baixar muito de nível...critica todos os dias a sociedade supostamente por coisas que não estão bem e depois quando aparece algo contructivo...critica. Este artigo está muito mau de um ponto de vista de escrita (como aliás aquele sobre o anuncio da Galp..pointless) e o pior é que faz ataques ordinarios e cobardes à igreja catolica por uma iniciativa constructiva (prefere q a malta se drogue, se embebede, tenha relacoes sexuais na casa de banho? talvez fosse melhor criticar esses excessos). TM como sei que le os comentarios tenho uma ideia genial para si: faça um artigo de auto-critica, é genial e instrutivo. Pegue nos ultimos 30 artigos, leia e diga se esta a fazer um bom trabalho...claramente hoje nao fez
Re: Respeitinho é bom e nós gostamos
Re: Respeitinho é bom e nós gostamos
Re: Respeitinho é bom e nós gostamos
Respeitinho...teve piada.
Os complexos anti religião
Não consigo perceber porque tanto complexo contra a religião em pleno sec XXI. Este artigo é muito triste, é só dizer mal, mandar abaixo. Porque não podemos ser mais positivos? Embora sendo católico, também nao me identifico com a discoteca mas dai ao ponto de ódio e raiva como este artigo demonstra acho desapropriado. O dialogo entre crentes e não crentes é muito benéfico quando é feito com respeito e abertura dos dois lados. Agora, quando é só dizer mal e raiva é um desperdício e não vamos a lado nenhum, ficamos mais fechados no nosso mundo. Embora já tenham feito o contrário, ignorar tudo aquilo que as religiões têm de bom, é uma pena e é irreal
Lindo!
ocontadordecenas.blogspot.pt/2012/06/cristoteca-discoteca-do-senhor.html
Discoteca Incongruente
Para dar seguimento a este tema deixo como sugestao ao autor um post acerca da Discoteca recentemente inaugurada
por baixo do torreao do Ministério das Finanças na Praça do Comércio. Hilariante no mínimo, será que a entrada vao colocar uma operaçao de fiscalizaçao conjunta da PSP e Finanças?
Comentários 19 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador

PUBLICIDADE

Pub