20 de abril de 2014 às 1:37
Página Inicial  ⁄  Feeds  ⁄  Última Hora Lusa  ⁄  Dinheiro  ⁄  Crise: Empresas exportadoras de Palaçoulo queixam-se de penalizações nos impostos

Crise: Empresas exportadoras de Palaçoulo queixam-se de penalizações nos impostos

Lusa

Palaçoulo, Bragança, 16 (Lusa) -- As empresas exportadoras de Palaçoulo, no Nordeste Transmontano, queixam-se de, ao invés dos anunciados incentivos à exportação, estarem a ser penalizadas com mais impostos, falta de condições e custos de produção agravados pela interioridade.

Em 2012, perderam como todas as empresa do interior a majoração no IRC que fez disparar a taxa do imposto de 15 para 25 por cento e começaram a pagar derrama municipal idêntica à cobrada em grandes municípios do litoral.

"Quando se quer apoiar a exportação e temos empresas no interior que fazem por isso, como é o nosso caso, não estamos a ter esses incentivos" observou à Lusa Sérgio Gonçalves, sócio da maior tanoaria de Palaçoulo, a JM Gonçalves, que exporta pipos para a Europa, Estados Unidos, Nova Zelândia e Austrália.

Comentários 0 Comentar
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub