24 de abril de 2014 às 19:45
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Coreia do Norte: primeira-dama fotografada com mala Dior

Coreia do Norte: primeira-dama fotografada com mala Dior

Uma imagem divulgada pela imprensa norte-coreana mostra Ri Sol-Ju com uma mala Dior, um luxo num país onde três milhões de pessoas passam fome.
Lusa
Aimprensa norte-coreana não revela a data da fotografia Aimprensa norte-coreana não revela a data da fotografia

A mulher do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, surge numa foto divulgada pela imprensa estatal norte-coreana com uma mala aparentemente da marca francesa Christian Dior, um luxo num país afetado pela fome.

Ri Sol-Ju surge na fotografia de vestido branco e casaco preto, aplaudindo ao lado do marido as performances dos soldados, durante uma visita a um regimento militar.

O estilo da primeira-dama norte-coreana contrasta com o do marido, que opta pelo fato escuro de estilo Mao.

Na cadeira onde Ri Sol-Ju surge sentada encontra-se a sua mala, preta e cujo design tem origem na célebre casa parisiense. Original ou imitação, na pequena mala de couro preto acolchoado é visível um "D" em metal, referente à marca Dior.

A fotografia foi divulgada pela televisão estatal na noite de terça-feira, mas a data em que foi tirada não foi revelada.

O regime norte-coreano confirmou no mês passado num anúncio inabitual que a misteriosa jovem que surgia ao lado de Kim Jong-Un em fotografias e imagens divulgadas pela imprensa estatal é Ri Sol, a sua mulher, que se julga ter cerca de 20 anos.

Na década de 90, milhares de pessoas morreram na Coreia do Norte devido à fome, segundo várias organizações não governamentais.

As Nações Unidas calcularam no final do ano passado que três milhões de norte-coreanos entre um total de 24 milhões têm necessidade de ajuda alimentar este ano. 

Comentários 51 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
FASCÍNIO IRRESISTÍVEL
Não é novidade q tiranos ou tiranetes de esquerda sempre tiveram um fascínio irresistível pelo luxo do capitalismo.

Só a título se exemplo, nos proprietários da marca de relógios Rolex encontram-se Fidel Castro, Che Guevara, Cristina Kirchner, (também consumidora compulsiva de Louis Vuitton) Hugo Chávez (coleccionador de relógios de luxo) Kim-Jong-Il, só para referir alguns.

Estes valentes jamais viveram — ou acharam q deveriam viver — segundo a disciplina q queriam impor aos outros.

Aliás, isso define de modo notável o perfil moral destes esquerdistas.

Eles inventaram uma categoria q poderia ser sintetizada pela expressão “é uma questão política, não pessoal”. Isso abre as portas para qualquer indecência, para qualquer imoralidade, para qualquer crime.

  Nessa tal “questão política, não pessoal”, está a raiz dos milhões de mortos do totalitarismo.

Ora, se a “questão política” exigiu, faça-se; nada de pessoal contra os executados.
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Nisto somos bem parecidos à Coreia do Norte Ver comentário
Re: Nisto somos bem parecidos à Coreia do Norte Ver comentário
Re: Nisto somos bem parecidos à Coreia do Norte Ver comentário
Re: Nisto somos bem parecidos à Coreia do Norte Ver comentário
Re: Nisto somos bem parecidos à Coreia do Norte Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Re: FASCÍNIO IRRESISTÍVEL Ver comentário
Os Rolex da contrafacção Ver comentário
Comunistas: olha para o que eu digo, não...
É mais do mesmo!

Os comunistas são todos muito 'iguais' no discurso e promessas, mas quando exercem o poder, a prática é bem diferente.

É que as mordomias, sabem bem a todos os oportunistas...

(Não venham agora dizer que foi uma 'oferta' da marca, que isso ainda é pior...)
Nisto somos bem parecidos à Coreia do Norte Ver comentário
Re: Nisto somos bem parecidos à Coreia do Norte Ver comentário
Re: Nisto somos bem parecidos à Coreia do Norte Ver comentário
Re: Comunistas: olha para o que eu digo, não... Ver comentário
Re: Comunistas: olha para o que eu digo, não... Ver comentário
Foi uma oferta do Fraterno Camarada Ver comentário
A mala foi fabricada na China...
Re: A mala foi fabricada na China... Ver comentário
1
Mais uma comunista caviar.
Também me surpreende os comunistas de serviço ainda não terem aparecido...
Nisto somos bem parecidos à Coreia do Norte Ver comentário
Não somos não. Os comunas como tu é que são. Ver comentário
Re: 1 Ver comentário
Nisto não somos diferentes da Coreia do Norte
Choquem-se , mas nisto não somos diferentes da Coreia do Norte , em Portugal passa-se o mesmo , as elites que dominam um país , gostam , têm prazer em diferenciar-se e marcar a diferença em relação ao seu proprio povo.

Se na Coreia do Norte a elite não esconde a atracção pelos vicíos capitalistas , enquanto à população só lhe resta o comunismo que neste caso é a partilha da fome.

Em Portugal , temos uma elite que não esconde a sua atracção por um socialismo de classe em causa própria ou melhor dizendo uma distribuição socialista de benesses e de vícios , nomeadamente , salários milionários e uma distribuição de tachos e um sem número de mordomias entre os apaniguados , fuga de dinheiro para o exterior , corrupção , etc ... , enquanto o povo , tem que levar com o pior do capitalismo selvagem , pagar a factura da crise , ser mais competitivo e por isso aceitar cortes de salários , corte de subsídios , codigos laborais que são uma especie de chicotada no lombo , desemprego , aumento despropositado dos preços dos bens essenciais , etc ...

Como se vê , não somos assim tão diferentes da Coreia do Norte , por acaso até somos bem parecidos a eles , diria mesmo , é a cara de uns , focinho dos outros.
Não somos nada. És um comuna ranhoso a querer... Ver comentário
Re: Não somos nada. És um comuna ranhoso a querer. Ver comentário
E agora, a Coréia do Norte, por causa
dessa mulher, vive nas manchetes... Rio Grande
O povo perdoa-lhe!
Mas quem resiste aos mimos do ocidente? E depois, haverá coisa mais parva que um homem apaixonado?
Re: O povo perdoa-lhe! Ver comentário
Comunismo = Capitalismo
Cada vez mais, os camaradas exibem a sua verdadeira face. Karl Marx deve andar a dar voltas no caixão, nestes últimos tempos.
Re: Comunismo = Capitalismo Ver comentário
Caladinhos...
A comunada e afins caladinhos que nem ratos....!!!!!!!!!!!
Que estupidez
Esta é das notícias mais estúpidas que já li no expresso. Uma mulher ter uma mala (não sendo claro se a mesma é de marca ou não, se lhe foi oferecida ou se foi comprada,...) é algum crime? Se o fosse, que dizer de um país como Portugal onde muitos não têm o que comer, não têm casa, não têm nada, e onde no entanto os seus políticos se fazem passear em carros topo de gama e roupa caríssima?!
Anúncio
A televisão oficial norte-coreana acaba de informar, que a pequena mala que se vê na fotografia, é uma equivalencia a uma mala da prestigiada casa francesa Dior, e que só serviu para guardar uma folha de cartolina amarela onde se podia ler "Vai estudar Relvas!", que foi exibida durante a cerimonia dos militares.
O marido dela nem sequer estudou na Lusófona ... Ver comentário
Re: O marido dela nem sequer estudou na Lusófona . Ver comentário
E as cuequinhas?
Não dá para ver a marca delas!!!
Re: E as cuequinhas? Ver comentário
Porra !!!
A mala é Dior !!! Mas foi fabricada na China !!! AHAHAHAH
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub