17 de abril de 2014 às 16:09
Página Inicial  ⁄  Economia  ⁄  Contribuintes pagam 3,4 mil milhões de euros no caso BPN

Contribuintes pagam 3,4 mil milhões de euros no caso BPN

Prejuízos do Banco Português de Negócios serão custeados pelos contribuintes em 3,4 mil milhões de euros e o valor até pode subir.
Lusa

A proposta de conclusões da Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o Banco Português de Negócios (BPN) estima que o encargo líquido para os contribuintes será de 3,4 mil milhões de euros até dezembro deste ano.

Este valor, que poderá aumentar ainda mais nos próximos anos - e que num plano meramente teórico até poderá atingir um limite de 6,5 mil milhões de euros -, consta no relatório de conclusões elaborado pelo deputado social-democrata Duarte Pacheco, à qual à agência Lusa teve acesso.

O relatório do deputado do PSD será nos próximos dias apreciado e votado pelos restantes deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a nacionalização e reprivatização do BPN.

Encargos podem chegar aos 6,5 mil milhões


Segundo o cálculo apresentado aos prejuízos do banco, "até dezembro de 2012, estima-se que o 'caso BPN' representará um encargo líquido de 3.405,2 milhões de euros para os contribuintes portugueses".

No entanto, os encargos deverão ainda crescer nos próximos anos, não sendo ainda possível quantificar o volume total dos prejuízos.

"O valor final só pode ser estimado quando o Estado alienar todos os ativos que ainda estão na sua posse, podendo no limite atingir 6.509 milhões de euros mais juros e contingências", refere o documento.

No entanto, de acordo com Duarte Pacheco, estes 6,5 mil milhões euros só seriam atingidos, "se todo o ativo assumisse um valor nulo, o que, objetivamente, é impossível, na medida em que ativos reais (moedas, obras de arte, imóveis) têm sempre valor superior a zero, em qualquer circunstância".

No relatório de conclusões que Duarte Pacheco entregou já aos restantes deputados da comissão de inquérito constam também duras críticas à gestão do BPN enquanto esteve nacionalizado.

O desfecho do BPN "poderia ter sido outro, não fosse o desnorte estratégico do acionista Estado ao longo de dois anos e meio, o qual conduziu à perca de valor do banco e a uma gestão sem horizonte de médio prazo".

Comentários 61 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
A nacionalização indevida do BPN foi ruinosa...
O principal rombo no Erário Público português durante o último mandato do governo do Eng.José Sócrates,que os contribuintes em geral-sobretudo,pela população que tem menores recursos- está a pagar,foi a nacionalização(ou a compra)pelo Estado português do falido e danoso BPN,que,como era uma empresa privada,o Erário Público(isto é, o Estado)não devia terassumir de modo nenhum os enormes erros danosos privados para serem indevida e inconcebivelmente pagos pelos contribuintes que não fogemO principal rombo no Erário Público português durante o último mandato do governo do Eng.José Sócrates,que os contribuintes em geral-sobretudo,pela população que têm menores recursos-está a pagar,foi a nacionalização(ou a compra)pelo Estado português do falido e danoso BPN,que,como era uma empresa privada,o Erário Público(isto é, o Estado)não devia ter assumido de modo nenhum esses enormes erros danosos privados para serem indevida e inconcebivelmente pagos pelos contribuintes que não fogem(ou não podem fugir)ao fisco.

Essa decisão da nacionalização do BPN foi decidida silenciosamente sem oposição pelo governo do Eng.José Socrates,pelo que teve a conivência da Presidência da República e do partido da alternância de poder de então,que era o PPD/PSD,e de outros.
...
Re: A nacionalização indevida do BPN foi ruinosa.. Ver comentário
Roubo I e Roubo II

"O desfecho do BPN "poderia ter sido outro, não fosse o desnorte estratégico do acionista Estado ao longo de dois anos e meio, o qual conduziu à perca de valor do banco e a uma gestão sem horizonte de médio prazo".

Uns roubaram e outros taparam, lesando os contribuintes...
Porquê?
Porque todos tinham interesse nisso.
Houve muitos negócios...cujo capital nunca mais foi pago, após a nacionalização.
E muitos têm as mãos sujas, de ambos os lados do poder.
No final, quem paga são sempre aqueles que trabalham.
Os plutocratas e os oportunistas continuam.
Porque não investigam os imóveis que foram comprados?
Porque não se investiga tudo?
Estamos à espera, mas bem podemos esperar...

Re: Roubo I e Roubo II Ver comentário
Re: Roubo I e Roubo II Ver comentário
Está alguém preso
Estão-me a roubar, lenta e repetidamente, conhecem-se os criminosos, gente sem vergonha que cresceu e vive acobertada por quem acede ao poder e não está ninguém preso. Isto só pode ser assim no país da pouca sorte em que uma classe política dirigente sem nível e sem vergonha foi tomando conta de tudo.
Re: Está alguém preso Ver comentário
E o BPP ?
E o BPP do Rendeiro e "amigos" ? Já se esqueceram ? Os investidores na ânsia de lucros chorudos e promessas de outros mundos já reeceberam o guito ?
À tralha socratica
Corda ao pescoço neles todos, mas do resto pouco se aproveita.
Re: À tralha socratica Ver comentário
Re: À tralha socratica Ver comentário
Re: À tralha socratica Ver comentário
Re: À tralha socratica Ver comentário
Re: À tralha socratica Ver comentário
Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!!!
« Contribuintes pagam 3,4 mil milhões de euros no caso BPN »

E pode chegar aos 6,5 mil milhões!!!!!!!!!!!!!

Cavaco Silva (e a filha), que ganharam uns largos milhares de euros com a negociata das acções, não deviam devolver o dinheiro?

Eles e outros, que até passaram o dinheiro e as propriedades para o nome de familiares...

Mas não há Justiça em Portugal?

E se um dia um louco (falido e enganado pela trupe do BPN) matar algum deles, ou colocar uma bomba, ou fizer um atentado suicida, quem é o culpado moral dessa situação?

Como é possível haver pessoas a viverem confortavelmente à custa dos nossos subsídios e impostos, e aqueles a quem nós confiámos para gerir o Estado, não fazerem nada?

E depois queixam-se que há bruxas...

AS MENTIRAS DE CAVACO - BPN! Ver comentário
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!! Ver comentário
o que faz falta! Ver comentário
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!! Ver comentário
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!! Ver comentário
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!! Ver comentário
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!! Ver comentário
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!! Ver comentário
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!! Ver comentário
Farsa
Esta suposta comissão de inquérito vai entrar na história como uma das maiores farsas da democracia portuguesa, na qual os amigos dos assaltantes condenam a polícia por não ter conseguido apanhar todos os ladrões e recuperar o saque.

www.jn.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=2806750
Re: Farsa Ver comentário
Coligação anti-polícia Ver comentário
Mas pode baixar !!!

Se a laranjada que desnatou o BPN cumprir, onerando os "empréstimos" obtidos junto de 3 bancos e uma dezena de offshores com sede em Cabo Verde.

Relvas teve como único sócio, o Fiducial Cabo Verde, na sua empresa chamada Finertec, hoje de capitais cruzados com a Fomentinvest de Ângelo Correia.

Se perguntarem a Passos Coelho e António Coimbra, pode ser que digam onde anda o dinheiro !!
Vergonhoso
Esta brincadeira serviria para pagar 5 salarios da função publica como vem no JN , ou para evitar o aumento de impostos de hoje de cerca de 3 mil milhões de euros.

E os responsaveis por este roubo gigantesco andam aí à solta a passear-se de chofer na baixa.
QUEM DEVIA PAGAR!
O PS pelo desfalque que fez ao tesouro para pagar o Banco.
O gang laranja, pelos roubos de estrada que fizeram ao banco!
Num país com justiça a sério esta gente iam todos dentro!

www.youtube.com/watch?v=PU7Aajs3sTQ&feature=related
Re: Contribuintes pagam 3,4 mil milhões de euros n
Eu estou a pagar aquilo que alguns politicos e ex-politicos andaram a roubar por isso quero saber quando é que esses gatunos vão ver os seus bens hipotecados e eles vão presos.

OU SERÁ QUE NESTE PAÍS A JUSTIÇA EXISTE SÓ PARA OS POBRES?
Dias Loureiro a apanhar sol em Cabo Verde
E nós aqui a pagar tudo!
quem é que decidiu nacionalizar este cancro?
será que foi este governo tb?
é que, pelo andar da carruagem, parece-me que deve ter sido...
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro? Ver comentário
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro? Ver comentário
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro? Ver comentário
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro? Ver comentário
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro? Ver comentário
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro? Ver comentário
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro? Ver comentário
Quando é que este Povo acorda?
O caso BPN é mais uma evidência muito concreta de que é muito mais o que une PSD e PS do aquilo que os que os separa. Um com a farsa do risco sistémico e outro com a farsa das vantagens da sua privatização. Quando é que este Povo acorda ???
Re: Quando é que este Povo acorda? Ver comentário
Luxo
Seria um dinheiro que fazia muita falta agora, os accionistas que tivessem pago os desmandos, mas o Sócrates só sabia fazer política e contra o que o bom senso exigia quis brincar aos banqueiros, não só aqui mas também no BCP, banco onde o ainda vamos ver a trabalhar. Mais um luxo pago pelo estado num pais pobre, este estado vive acima das possibilidades do pais.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub