Anterior
Trabalhadores da CGD dizem "basta" e avançam para greve
Seguinte
Cavaco quer mais cooperação empresarial para impulsionar inovação
Página Inicial   >  Economia  >  Contribuintes pagam 3,4 mil milhões de euros no caso BPN

Contribuintes pagam 3,4 mil milhões de euros no caso BPN

Prejuízos do Banco Português de Negócios serão custeados pelos contribuintes em 3,4 mil milhões de euros e o valor até pode subir.
Lusa |

A proposta de conclusões da Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o Banco Português de Negócios (BPN) estima que o encargo líquido para os contribuintes será de 3,4 mil milhões de euros até dezembro deste ano.

Este valor, que poderá aumentar ainda mais nos próximos anos - e que num plano meramente teórico até poderá atingir um limite de 6,5 mil milhões de euros -, consta no relatório de conclusões elaborado pelo deputado social-democrata Duarte Pacheco, à qual à agência Lusa teve acesso.

O relatório do deputado do PSD será nos próximos dias apreciado e votado pelos restantes deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a nacionalização e reprivatização do BPN.

Encargos podem chegar aos 6,5 mil milhões


Segundo o cálculo apresentado aos prejuízos do banco, "até dezembro de 2012, estima-se que o 'caso BPN' representará um encargo líquido de 3.405,2 milhões de euros para os contribuintes portugueses".

No entanto, os encargos deverão ainda crescer nos próximos anos, não sendo ainda possível quantificar o volume total dos prejuízos.

"O valor final só pode ser estimado quando o Estado alienar todos os ativos que ainda estão na sua posse, podendo no limite atingir 6.509 milhões de euros mais juros e contingências", refere o documento.

No entanto, de acordo com Duarte Pacheco, estes 6,5 mil milhões euros só seriam atingidos, "se todo o ativo assumisse um valor nulo, o que, objetivamente, é impossível, na medida em que ativos reais (moedas, obras de arte, imóveis) têm sempre valor superior a zero, em qualquer circunstância".

No relatório de conclusões que Duarte Pacheco entregou já aos restantes deputados da comissão de inquérito constam também duras críticas à gestão do BPN enquanto esteve nacionalizado.

O desfecho do BPN "poderia ter sido outro, não fosse o desnorte estratégico do acionista Estado ao longo de dois anos e meio, o qual conduziu à perca de valor do banco e a uma gestão sem horizonte de médio prazo".


Opinião


Multimédia

Temos 16 imagens que não explicam o mundo, mas que ajudam a compreendê-lo

O júri do World Press Photo queria dar o prémio maior da edição deste ano (e talvez das edição todas) a uma fotografia com "potencial para se tornar icónica". A primeira imagem desta fotogaleria, por ser "esteticamente poderosa" e "revelar humanidade", é o que o júri procurava. A fotografia de um casal homossexual russo, a grande vencedora, é a primeira de 16 imagens de uma seleção onde há Messi desolado, migrantes em condições indignas no Mediterrâneo, a aflição do ébola, mistérios afins e etc - são os contrastes do mundo.

Os assassínios, as execuções, as decapitações são as imagens mais chocantes de uma propaganda cada vez mais sofisticada. É a Jihad, que recruta guerrilheiros no ocidente para matar e morrer na Síria. O Expresso seguiu as pisadas de cinco jiadistas portugueses, mostrando quem são e como foram convertidos e radicalizados. E como lutam, como foram morrer - e como já haverá arrependidos com medo de fugir. Reportagem em Londres, no café onde viam jogos de futebol, na universidade onde estudavam e na mesquita onde rezavam. Autoridades e especialistas em terrorismo estão alerta sobre este pequeno mas perigoso grupo, onde corre sangue português - e de onde escorre sangue por Alá.

Hoje é dia de cozido serrano... light

O Talasnal é talvez a mais famosa das aldeias de Xisto da Lousã, cheia de carisma e de pormenores que fazem esquecer o tempo a passar. Veja, confecione, desfrute e impressione com esta receita.

Vamos falar de sexo. Seis portugueses revelam tudo o que lhes dá prazer na cama

Neste primeiro episódio de uma série que vai durar sete semanas, seis entrevistados falam abertamente sobre aquilo que lhes dá mais satisfação na intimidade. Sexo em grupo, sexo na gravidez, prazer sem orgasmo e melhor sexo após a menopausa são alguns dos temas referidos nos testemunhos desta semana. O psiquiatra Francisco Allen Gomes explica ainda a razão de muitas mulheres fingirem o orgasmo. O Expresso e a SIC falaram com 33 portugueses que deram a cara e o testemunho de como são na cama. Ao longo das próximas sete semanas, contamos-lhe tudo.

Elvis. Gostamos ou não gostamos?

Ele não é consensual, mas é incontornável. Dispunha de penteado majestoso e patilha marota, aparentava olhar matador e pose atrevida. E deixou canções: umas fáceis e outras nem tanto, por vezes previsíveis e às vezes inesperadas, ora gentis ora aceleradas. E ele, Elvis, nasceu em janeiro de 1934 - há precisamente 40 anos, ao oitavo dia. Temos quatro textos sobre o artista: Nicolau Santos, Rui Gustavo, Nicolau Pais e João Cândido da Silva explicam o que apreciam, o que toleram e o que não suportam.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Desfile de vedetas

Saiba tudo sobre os modelos concorrentes ao Carro do Ano 2015/Troféu Essilor Volante de Cristal. Conheça o essencial sobre os 20 automóveis participantes nesta iniciativa, da estética, às características técnicas, do preço ao consumo. A apresentação ficará completa no dia 3 de janeiro.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.


Comentários 61 Comentar
ordenar por:
mais votados
A nacionalização indevida do BPN foi ruinosa...
O principal rombo no Erário Público português durante o último mandato do governo do Eng.José Sócrates,que os contribuintes em geral-sobretudo,pela população que tem menores recursos- está a pagar,foi a nacionalização(ou a compra)pelo Estado português do falido e danoso BPN,que,como era uma empresa privada,o Erário Público(isto é, o Estado)não devia terassumir de modo nenhum os enormes erros danosos privados para serem indevida e inconcebivelmente pagos pelos contribuintes que não fogemO principal rombo no Erário Público português durante o último mandato do governo do Eng.José Sócrates,que os contribuintes em geral-sobretudo,pela população que têm menores recursos-está a pagar,foi a nacionalização(ou a compra)pelo Estado português do falido e danoso BPN,que,como era uma empresa privada,o Erário Público(isto é, o Estado)não devia ter assumido de modo nenhum esses enormes erros danosos privados para serem indevida e inconcebivelmente pagos pelos contribuintes que não fogem(ou não podem fugir)ao fisco.

Essa decisão da nacionalização do BPN foi decidida silenciosamente sem oposição pelo governo do Eng.José Socrates,pelo que teve a conivência da Presidência da República e do partido da alternância de poder de então,que era o PPD/PSD,e de outros.
...
Re: A nacionalização indevida do BPN foi ruinosa..
Roubo I e Roubo II

"O desfecho do BPN "poderia ter sido outro, não fosse o desnorte estratégico do acionista Estado ao longo de dois anos e meio, o qual conduziu à perca de valor do banco e a uma gestão sem horizonte de médio prazo".

Uns roubaram e outros taparam, lesando os contribuintes...
Porquê?
Porque todos tinham interesse nisso.
Houve muitos negócios...cujo capital nunca mais foi pago, após a nacionalização.
E muitos têm as mãos sujas, de ambos os lados do poder.
No final, quem paga são sempre aqueles que trabalham.
Os plutocratas e os oportunistas continuam.
Porque não investigam os imóveis que foram comprados?
Porque não se investiga tudo?
Estamos à espera, mas bem podemos esperar...

Re: Roubo I e Roubo II
Re: Roubo I e Roubo II
Está alguém preso
Estão-me a roubar, lenta e repetidamente, conhecem-se os criminosos, gente sem vergonha que cresceu e vive acobertada por quem acede ao poder e não está ninguém preso. Isto só pode ser assim no país da pouca sorte em que uma classe política dirigente sem nível e sem vergonha foi tomando conta de tudo.
Re: Está alguém preso
E o BPP ?
E o BPP do Rendeiro e "amigos" ? Já se esqueceram ? Os investidores na ânsia de lucros chorudos e promessas de outros mundos já reeceberam o guito ?
À tralha socratica
Corda ao pescoço neles todos, mas do resto pouco se aproveita.
Re: À tralha socratica
Re: À tralha socratica
Re: À tralha socratica
Re: À tralha socratica
Re: À tralha socratica
Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!!!
« Contribuintes pagam 3,4 mil milhões de euros no caso BPN »

E pode chegar aos 6,5 mil milhões!!!!!!!!!!!!!

Cavaco Silva (e a filha), que ganharam uns largos milhares de euros com a negociata das acções, não deviam devolver o dinheiro?

Eles e outros, que até passaram o dinheiro e as propriedades para o nome de familiares...

Mas não há Justiça em Portugal?

E se um dia um louco (falido e enganado pela trupe do BPN) matar algum deles, ou colocar uma bomba, ou fizer um atentado suicida, quem é o culpado moral dessa situação?

Como é possível haver pessoas a viverem confortavelmente à custa dos nossos subsídios e impostos, e aqueles a quem nós confiámos para gerir o Estado, não fazerem nada?

E depois queixam-se que há bruxas...

AS MENTIRAS DE CAVACO - BPN!
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!!
o que faz falta!
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!!
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!!
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!!
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!!
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!!
Re: Os responsáveis e ganhadores, estão numa boa!!
Farsa
Esta suposta comissão de inquérito vai entrar na história como uma das maiores farsas da democracia portuguesa, na qual os amigos dos assaltantes condenam a polícia por não ter conseguido apanhar todos os ladrões e recuperar o saque.

www.jn.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=2806750
Re: Farsa
Coligação anti-polícia
Mas pode baixar !!!

Se a laranjada que desnatou o BPN cumprir, onerando os "empréstimos" obtidos junto de 3 bancos e uma dezena de offshores com sede em Cabo Verde.

Relvas teve como único sócio, o Fiducial Cabo Verde, na sua empresa chamada Finertec, hoje de capitais cruzados com a Fomentinvest de Ângelo Correia.

Se perguntarem a Passos Coelho e António Coimbra, pode ser que digam onde anda o dinheiro !!
Vergonhoso
Esta brincadeira serviria para pagar 5 salarios da função publica como vem no JN , ou para evitar o aumento de impostos de hoje de cerca de 3 mil milhões de euros.

E os responsaveis por este roubo gigantesco andam aí à solta a passear-se de chofer na baixa.
QUEM DEVIA PAGAR!
O PS pelo desfalque que fez ao tesouro para pagar o Banco.
O gang laranja, pelos roubos de estrada que fizeram ao banco!
Num país com justiça a sério esta gente iam todos dentro!

www.youtube.com/watch?v=PU7Aajs3sTQ&feature=related
Re: Contribuintes pagam 3,4 mil milhões de euros n
Eu estou a pagar aquilo que alguns politicos e ex-politicos andaram a roubar por isso quero saber quando é que esses gatunos vão ver os seus bens hipotecados e eles vão presos.

OU SERÁ QUE NESTE PAÍS A JUSTIÇA EXISTE SÓ PARA OS POBRES?
Dias Loureiro a apanhar sol em Cabo Verde
E nós aqui a pagar tudo!
quem é que decidiu nacionalizar este cancro?
será que foi este governo tb?
é que, pelo andar da carruagem, parece-me que deve ter sido...
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro?
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro?
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro?
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro?
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro?
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro?
Re: quem é que decidiu nacionalizar este cancro?
Quando é que este Povo acorda?
O caso BPN é mais uma evidência muito concreta de que é muito mais o que une PSD e PS do aquilo que os que os separa. Um com a farsa do risco sistémico e outro com a farsa das vantagens da sua privatização. Quando é que este Povo acorda ???
Re: Quando é que este Povo acorda?
Luxo
Seria um dinheiro que fazia muita falta agora, os accionistas que tivessem pago os desmandos, mas o Sócrates só sabia fazer política e contra o que o bom senso exigia quis brincar aos banqueiros, não só aqui mas também no BCP, banco onde o ainda vamos ver a trabalhar. Mais um luxo pago pelo estado num pais pobre, este estado vive acima das possibilidades do pais.
Comentários 61 Comentar

Últimas

Receba a nova Newsletter
Ver Exemplo

Pub