Anterior
"Um ato de justiça" (áudio)
Seguinte
Jardim inaugura obra sob apupos e vivas
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Contra a corrupção, ocupar, ocupar (fotogaleria)

Contra a corrupção, ocupar, ocupar (fotogaleria)

Aqui e ali, nos EUA e no Reino Unido, milhares de pessoas de todas as idades, mas sobretudo jovens, manifestam-se contra a atual conjuntura económica e política. 
|

O movimento dos indignados vai de Nova Iorque - palco dos ocupas de Wall Street, movimento que entrou na terceira semana sem perder força apesar da detenção, sábado, de 700 manifestantes, e que se tem estendido a outras cidades norte-americanas -, a Manchester, onde mais de 30.000 pessoas protestaram no passado domingo contra os cortes sociais adotados pelo Governo conservador do primeiro-ministro britânico David Cameron.

Aos movimentos contestatórios espontâneos contra os efeitos da crise, as desigualdades, a corrupção e a ganância empresarial - agora também em Boston, Chicago e San Francisco-, já se juntaram estruturas sindicais. Cada qual com a sua plataforma reivindicativa.

Uma onda de protesto que em quase tudo faz lembrar o movimento Geração à Rasca que em março levou 300 mil portugueses à Av. da Liberdade, em Lisboa, e serviu de exemplo para marchas semelhantes noutras cidades europeias.



Opinião


Multimédia

Coração de alface em brasa

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

Há vontade política para reindustrializar o país?

Para reindustrializar o país é necessária audácia para definir prioridades estratégicas, coragem para as defender e estabilidade nessas opções. Para tudo isso, é essencial uma vontade política forte. Existirá em Portugal essa vontade para trilhar esse caminho? Foi este o tema em debate no Expresso do Meio-Dia sobre "Indústria Transformadora".

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Salada sexy

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Espetada de sardinhas... sem espinhas

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Quem é o tatuador que disse mal da TAP?

Levantou polémica nas redes sociais depois de ter escrito no Facebook, onde tem mais de dois milhões de seguidores, que a TAP "deve ser a pior companhia de todos os tempos". Entretanto, apagou o 'post'. Saiba quem é Ami James, um ex-sniper das forças israelitas convertido em tatuador milionário e estrela de televisão. E que confessou ao Expresso não ter tido coragem de tatuar a própria mãe. A entrevista foi concedida no Rock in Rio, onde esteve há dias.

Piza de favas

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

É impossível comer só um

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Bife da vazia na horta

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.

Os últimos presos do Estado Novo

O Expresso levou ao forte-prisão de Caxias alguns sobreviventes da última leva de presos políticos. A DGS fora buscá-los a casa na manhã de 18 de abril de 1974.


Comentários 5 Comentar
ordenar por:
mais votados
Boa!..Ocupar o BPN e colocar este banco ao
serviço do desenvolvimwnto do País...Para isso deve ser nacionalizado...
WTF??
"e que se tem estendido a outras cidades norte-americanas -, a Manchester, onde mais de 30.000 pessoas protestaram no passado domingo contra os cortes sociais adotados pelo Governo conservador do primeiro-ministro britânico David Cameron."

Sério?!
Re: WTF??
Re: WTF??
Em Portugal é a censura
Em Portugal, os filhos-da-mãe donos das tvs mais os governos liberais/fascistas do psd/cds/ps, ocultam-nos todos os acontecimentos deste género para que não se alastre mais aqui. Chamam a isto democracia? Não era assim no tempo de Salazar/Caetano?
Estão mesmo a pedi-las. Já ontem era tarde.
Comentários 5 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub