16
Página Inicial   >  Multimédia  >  Infografia  >   Como poupar nas portagens da A23

Como poupar nas portagens da A23

|

Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 16 Comentar
ordenar por:
mais votados
C.E. R. C
Bom trabalho, parabéns.
Re: C.E. R. C
Re: C.E. R. C
fácil...
não circulando nela...
pequena falha no troço da Ponte Sor!
No troço via Ponte Sor, para ser exatamente o traçado indicado pelo mapa, na aldeia do couço é necessário tomar uma estrada secundária pouco visível à esquerda (direção Santa Justa) com pouca sinalização, curvas perigosas e uma ponte com correntes a servir de proteção (!!) para se ir ter direto ao açude a Montargil. Caso contrário é necessário ir a Mora fazer quase mais 30kms... É a alternativa que mais compensa tendo como destino Castelo Branco.
Re: pequena falha no troço da Ponte Sor!
Alternativa a Sul
Sou de Abrantes, os meus pais vivem no Tramagal (N118) e o meu irmão em Lisboa. Eu próprio vivi em Lisboa entre 1989 e 1995~6. Continuo a ir a Lisboa muito frequentemente.
Pelos longos anos de experiência, preferimos sempre a N118, mesmo antes da A23, antiga IP6. Actualmente a N118 tem um piso excelente, cuidado com os excessos.
Quando vamos para Lisboa (o regresso é igual), ao retornar à N118 em Vale dos cavalos vindo da estrada do campo, o caminho é o seguinte: Vale dos cavalos, (N118) Almeirim, Muge, Salvaterra de Magos, Benavente em Porto Alto corto à direita para a recta do cabo (N10) até Vila Franca. Boa Viagem!
Re: Alternativa a Sul
Re: Alternativa a Sul
Alternativa no Porto q não paga nas pontes
Poupar na A28
Entre Porto e Viana:
Seguir na direção do Aeroporto, (virar antes da ponte de Leça pela A4 e seguir indicação Aeroporto), no Aeroporto seguir por Pedras Rubras em direção à rotunda de Guardeiras na EN13.
Entrar na A28 junto à "Lactogal" e seguir sem pórticos até Amorim/Póvoa de Varzim, seguir para Clipóvoa, em direção à EN13.
-Seguir pela EN13, até Antas, podese entrar na A28 para sair em Neiva
-Seguir EN13 até Darque, virar na N203 para Mazarefes Pte de Lima e entrar na A28
Poupar na A28 As pontes do PORTO t k pagar
scut
então não estava á vista a abolição de pagamento de portagens nas scuts por estes violarem o dirieto consagrado na lei para a igualdade de livre circulação de bens,pessoas e mercadorias e que com este sistema só quem pagava era o desgraçado do infortunado que por elas tinha de circular para o ganha pão de suas familias?e que áos estrangeiros nada poderia ser cobrado?!...descartem todas as possibilidades,mas para mim aquele autarca mereçia muito mais apoio do que aquele que está a ter neste momento!viva o autarca destemido e corajoso.fim ás portagens nas scuts
Mentalidade de atrazo de vida dos chicos espertos.
Fazer desvios para não pagar é igual a: Perca de tempo (para alguns tempo é dinheiro) + maior custo de combustível + menos segurança para quem conduz e para as populações + menos desgaste da viatura e pneus. Depois tem os chicos espertos que pensam que bateram o sistema mas na verdade só se prejudicam. Enfim é uma mentalidade retrograda.
Poupar na A23? Solução é o puerto pagar nas pontes
Poupar na A23? Solução é o puerto pagar nas pontes
Pagar nas pontes do puerto , como nós pagamos em Lisboa
na Vasco da Gama, Benavente, 25 de Abril , no puerto não pagam nada !!! têm 5 pontes e não pagam !!! népia
Já agora na ponte de Coimbra do mondego paga-se???
Já agora quem é que paga a interioridade de Castelo Branco,Guarda etc. ??? se existe interioridade , a Madeira que pague o que deve os 8MM que gamou?
Porque razão não se paga nas auto-estradas e viadutos da ilhota da Madeira??? que foram feitas à n/ pala ??
O puerto não paga nada nas pontes !!! e ri-se de nós , humilha-nos
E nós não temos q pagar os prejui´zos do Metro puerto
Utentes da A 23 solução: não pagar desviando-se
mas os do porto têm q pagar portagens nas pontes !!!!!

As pontes do PORTO tem que pagar portagens
As pontes do PORTO tem que pagar portagens
Essa receita daria para concluir o tunel do MARÃO !!!!! Trás os montes
Estamos fartos de dar a xulos do puerto!!!!!
Comentários 16 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub