Anterior
A greve dos médicos é uma comédia
Seguinte
A t-shirt do Che Guevara é a vitória dos porcos capitalistas
Página Inicial   >  Blogues  >  A Tempo e a Desmodo  >   Como é que um médico ganha 796 mil euros no SNS?

Como é que um médico ganha 796 mil euros no SNS?

|

Num daqueles relatórios do Tribunal de Contas (TC) que entram por um ouvido e saem pelo outro, ficámos a saber que um médico do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio conseguiu a proeza de arrancar 796 mil euros (2008) e 744 mil euros (2009). Eu julgava que o SNS era o SNS, mas afinal é o Euromilhões. Portanto, volto a fazer a pergunta que ainda não teve resposta: como é que um médico conseguiu amealhar estas maquias anuais ao serviço do SNS? O salário base deste indivíduo era de 5.523 euros, mas o seu vencimento real chegava aos 50/55 mil mensais. Como é que isto foi possível? Com horas extraordinárias? Mas será que este indivíduo trabalhou as 8520 horas de 2008 e 2009?

O médico em questão até pode ser o Houdini da oftalmologia, até pode curar cataratas com um mero toque crístico e até pode fazer o milagre das dioptrias, mas a questão é simples: o Estado português não pode dar 750 mil euros a um único indivíduo. Este montante não tem qualquer justificação; chega a ser cómico na sua desproporção. É um montante que pressupõe a existência de um Qatar debaixo do ministério da saúde. Perdão: pressupõe a existência de petróleo debaixo de cada contribuinte português. Sim senhor, não devemos pôr em causa o mérito e a justa recompensa da classe médica; os médicos têm de ganhar bem. Mas há uma diferença entre ganhar bem e levar 750 mil euros para casa.

Estes 750 mil ou 796 mil são tão surreais que o nosso cérebro tende a arrumá-los na categoria de caso isolado. Mas será mesmo um caso isolado? O tal relatório do TC afirma que os vencimentos dos médicos mais bem pagos oscilam entre os 255 mil euros e os 796 mil euros. Ou seja, há mais médicos do SNS a levar para casa vencimentos de cirurgião plástico de Hollywood. E, por falar em somas astronómicas, gostava muito de fazer duas apostas de, vá, 5 euros com a Ordem dos Médicos: aposto que alguns destes tetra-milionários vão fazer greve e aposto que o médico que ganha 750 mil euros não faz serviço exclusivo no SNS, ou seja, aposto que ainda faz uma perninha no privado.


Opinião


Multimédia

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 168 Comentar
ordenar por:
mais votados
Demagogia barata III
HR está numa série de asneiras diárias, contando meis verdades e tentando levar-nos à conclusão que médicos e salteadores é tudo gente da mesma laia.

O caso que refere hoje, nada tem a ver com a profissão do burlão. Foi alguém, que teve acesso à fraude e não resistiu.Claro que a ocasião faz o ladrão e os mecanismos de controle tem que ser melhorados, para evitar tentações.Na saúde, esse mecanismos parecem ser fracos e estão a aparecer casos de milhões com alguma frequência.

Claro que o médico não ganhou 800 mil euros, manipulou papéis de modo a poder sacá-los, o que é diferente. Espero que tenha a polícia à perna.

Quanto à intenção do título parece ser dar a ideia de que os médicos ganham balúrdios e um até chegou aos 800 mil. Manipulação primária, que a malta já não engole......
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
seja modesto; seja inteligente
Re: seja modesto; seja inteligente
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Sobre as famosas idas a Cuba
Re: Sobre as famosas idas a Cuba
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Raposo, Relvas pesa-te na consciência...lol
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
Re: Demagogia barata III
O milionário
Meu caro,
Se visse o salário base do médico milionário do SNS perceberia imediatamente que se encontra em dedicação exclusiva e que só trabalha para o Estado.
Não, não são horas extraordinárias! São contratos por cada cirurgia efectuada no Hospital fora do horário de trabalho, à semelhança de um oftalmologista espanhol que esteve no hospital do barreiro e de um argentino que está no da Figueira da Foz e que o Tribunal de Contas recentemente elogiou!
Todos com os mesmos contratos! Mas porque são estrangeiros tudo bem?
E que dizer do contrato da Iberoftal na PPP do Hospital de Braga?
O senhor é conhecido dos seus tempos maoístas de muito falar do que muito desconhece...É pena, pois de falta de rigor tem o nosso país de sobra!
A responsabilidade destes contratos é exclusivamente do Estado! Foi uma opção política para acabar com as listas de espera!
Não fale do que não sabe. Assim evita ser vulgar e boçal.
Passe bem e não escreva barbaridades!
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Re: O milionário
Ordem e Sindicatos :cúmplices e "cegos"!
Nunca ningué ouviu a Ordem dos Médicos ou os dirigentes dos sindicatos criticar e reprovar as vigarices que publicamente se conhecem e muitas outras que não aparecendo nas parangonas dos Jornais,toda a gente conhece.
O SNS serve quase sempre para a classe médica pedir mais dinheiro e "construir" junto dos doentes uma opinião fasvorável.Quem vai a um Hospital precisa de se curar,mas nem imagina as negociatas com medicamentos,equipamentos e outros derivados que lá se praticam.Isto para não falar das clínicas,propriedade geralmente de quem no público veste a bata branca.
É um quadro negro,mas não se vislumbra qualquer "fim à vista"!
Re: Ordem e Sindicatos :cúmplices e
Re: Ordem e Sindicatos :cúmplices e
Re: Ordem e Sindicatos :cúmplices e
Re: Ordem e Sindicatos :cúmplices e
Re: Ordem e Sindicatos :cúmplices e
Re: Ordem e Sindicatos :cúmplices e
Os médicos que construíram o SNS
Re: Os médicos que construíram o SNS
Re: Os médicos que construíram o SNS
Re: Os médicos que construíram o SNS
Re: Os médicos que construíram o SNS
Re: Os médicos que construíram o SNS
Re: Os médicos que construíram o SNS
Re: Os médicos que construíram o SNS
Re: Os médicos que construíram o SNS
Re: Os médicos que construíram o SNS
Re: Os médicos que construíram o SNS
'Como é que um médico ganha 796 mil euros no SNS?
E essa é a pergunta que se poderia devolver a si, uma vez que tem estado tanto contra a greve dos médicos, a ponto de achincalhá-la: como, realmente?

É que, reforçando e explicitando bem os seus argumentos, para obter os seus valores, era preciso que esse médico tivesse trabalhado 24h por dia, 7 dias por semana, todas as semanas do ano, a um valor horário superior ao pago em horas extraordinárias pela tabela atual.

Mas isso é um argumento contra a greve? Se seguisse a sua lógica habitual de compadres e comadres, tais proventos só seriam possíveis através de esquemas paralelos a amigos uma vez que nem na tabela atual eles seriam suportados... levantando a suspeita de se querer poupar na maioria dos médicos para se poder pagar a estes amigos. E acha que os grevistas não têm razão então?

É uma questão de lógica: contesta o protesto à baixa de preços das horas extraordinárias de 80€ para 30€, mas depois apresenta "abusos" que não podem ser explicados pela tabela atual. Se esses abusos constituem as verdadeiras gorduras do sistema, porque é que eles não são o verdadeiro cavalo de batalha deste conflito laboral?

Ou talvez não sejam por ser uma falsa questão. Dou um exemplo, uma vez ouvi falar de um médico espanhol que arrancava 200 mil ou mais do SNS por uma "semana" de trabalho. Escândalo? Nem por isso. O valor pagava toda a equipa dele (e trabalho preparatório) a realizar 50 operações às cataratas por dia... na realidade, saia barato ao SNS.
Re: 'Como é que um médico ganha 796 mil euros no S
HR foi afilhado do Relvas na Lusófona?
Re: HR foi afilhado do Relvas na Lusófona?
Re: HR foi afilhado do Relvas na Lusófona?
Re: HR foi afilhado do Relvas na Lusófona?
Desonestidade
A desonestidade intelectual de alguns autores de artigos de opinião raia o absurdo e neste isso é evidente, quando se pretende tomar a parte pelo todo e se misturam situações de legalidade, no mínimo duvidosa, com a realidade. Sendo a classe médica de agora, diferente da de outros tempos, onde os João Semana eram muitos e o exercício da medicina uma vocação, também é verdade que nem todos são gananciosos.
HR
Para muitas pessoas o dia não tem 24 horas se é que me entende, mas olhe o socialismo tem destas coisas é um caso para os cientistas decifrarem.
Neurónios e neutrões são só para os espetalhões.
como-e-que-um-medico-ganha-796-mil-euros-no-sns
A corrupção instalou-se em Portugal de armas e bagagens e a todos os níveis. O exemplo vem de cima e são de mais conhecidos os casos dos mais altos dignatários da Nação. Com exemplos assim não é de admirar que muitos sigam estes maus exemplos.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/04/blog-post.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/03/ali-baba-e-os-40-ladroes.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/03/justica-em-portugal-finalmente.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/03/folha-salarial-da-fundacao-cidade-de.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/licenciatura-de-relvas.html
Milionários
Tenho lido comentários muito válidos no mar de alguns começando pelo autor do artigo, pejados de ignorância e de inveja.
Mas gostaria de relevar o seguinte:
Os honorários descomunais não foram pagos no exercício de atividade privada mas sim pública.
Se existirem listas de espera, os doentes poderão ser operados em Espanha e o Estado Português terá que pagar. Foi o que aconteceu aos partos que foram (e continuam a ser) efetuados em Badajoz. Isto confira a figura jurídica de "Estado exíguo" e perda de soberania, embora sem redução de custos.
Um médico não está permanentemente a operar porque também tem que fazer consultas e urgência. Para estas atividades já não se encontram "artistas" estrangeiros!
Muitos doentes estavam a ser enviados para Cuba a expensas do erário público numa espantosa campanha de marketing político!
O Estado definiu os pagamentos por cirurgia fora do horário de tarbalho. Se existiu algo de ilegal no H. do Barlavento, deve o ministério público investigar e não ficarmos com "a impressão" de Raposo que fala sem qualquer conhecimento do assunto!
Quanto a negócios ruinosos na saúde, talvez seja melhor investigarem as PPP começando pela de Braga!
Mas, fora da Saúde: Ai meu Deus, como isto está! Vejam:
videos.sapo.pt/kzZH4Ua8qCjuDPNQkL9a
Vale a pena, porque é raro alguém falar com tanto desassombro sobre alta corrupção!
Cumprimentos
Jornalismo medíocre
Caro Henrique Raposo,
Acaba de cometer um erro jornalístico enorme (muito usual nos dias que correm) ao escrever este artigo, pois demonstra uma total falta de informação sobre o que escreve.
Comparo-o a um incendiário que pretende acender uma pequena fogueira mas que nem se importa e até acha piada se isso provoca o incêndio de uma floresta inteira. Por isso a meu ver, este tipo de jornalismo é lixo puro e deveria ser altamente punido com processos judiciais.
Só para esclarecer até onde vai a sua burrice e já que não se deu ao trabalho de tentar perceber porque é que este oftalmologista ganhou tanto dinheiro, eu explico rapidamente:
- o valor pago pela cirurgia de catarata não é revisto há vários anos
- era uma cirurgia complexa e demorada (cerca de 2h) que actualmente se tornou simples e rápida (alguns minutos) graças ao aparecimento de novas técnicas e tecnologia, permitindo que sejam efectuados vários procedimentos num só dia
- acontece que o estado não adquire a tecnologia, os tecnicos e não investe em formação porque (como acontece em diversas áreas) faz uma política de gestão errada e acaba por contratualizar serviços a preços astronómicos
Logicamente que aparece sempre alguém para explorar o filão de ouro! A mim também me custa porque sou contribuinte e sofremos todos com este tipo de gestão politica, mas não coloque em causa a dignidade e profissionalismo da classe médica quando o erro é puramente político, pois só desonra a sua classe jornalistica.
Re: Jornalismo medíocre
Re: Jornalismo medíocre
Re: Jornalismo medíocre (1/2)
Re: Jornalismo medíocre
Re: Jornalismo medíocre
Re: Jornalismo medíocre
Re: Jornalismo medíocre
Proposta

E que tal uma greve ao blogue do raposino, para lhe dar a entender que não deve contar mentiras, por muito que sejam do agrado da comunidade laranja.

Ficaria a "falar" com os demais opinadores de conveniência, os milicianos do Povo Livre, os que como ele recebem ao post ou à linha.

PS: enquanto durar a saga dos médicos, o raposino de mente tolhida está incapacitado de escrever sobre a "licenciatura" do 1º ministro o "doutor" Relvas. É pouco conveniente, percebe-se o incómodo !!
A resposta parece-me simples
Tomando a si por padrão, o médico estudou, ajuda doentes, tem responsabilidade na vida e na morte, teve 17 anos de estudo...

E você? Escreve umas larachas e depois? Serve para mais alguma coisa?

Provavelmente saca próximo disso com a tese "vencer na vida sem fazer esforço".
Será verdade?
Caso seja verdade, então um qualquer gestor pode ganhá-lo e um médico não pode, porque? mais fácilmente dava este valor a um médico do que um gestor! Razões à vista!
Re: Será verdade?
Re: Será verdade?
Hipocrisia barata e com mentiras à volta!
É muito muito dinheiro. Mas vamos por parte:
1: Merece ou não ? investiguem se o fulano opera todos os dias e se o faz a um preço mais barato que seria num privado.
2: Pode o SNS pagar isso ou não ? se não, ele que deixe de operar as cataratas e os velhinhos que continuem cegos ou que vão para Cuba.
3: Os rendimentos MÉDIOS nos EUA estão aqui descritos:
www.medscape.com/features/slideshow/compensation/2012/public - muito mais muito mais altos que os salários médios dos médicos portugueses [salvaguardando as realidades que são diferentes].
4: Esse médico cometeu algum crime ? se ele opera e trata os doentes onde está o problema ?
5: A solução é simples: Contratar mais 10 oftalmologistas que façam o mesmo trabalho e dividir os rendimentos de um por 10 --- O QUE É QUE ISSO MUDA ?
Re: Hipocrisia barata e com mentiras à volta!
Re: Hipocrisia barata e com mentiras à volta!
Re: Como é que um médico ganha 796 mil euros no SN
Ó senhor raposinho: nesses seus apontamentos não constará nenhum advogado, juiz, jornalista, engenheiro ou qualquer outra coisa corrupto que também tenha levado uns quantos milhões ao Estado?!? Ou serão só os médicos??
Só diz o que lhe interessa! Tanta raiva aos médicos... Se calhar agora até são os médicos os responsáveis pela famosa crise, quer ver?!
Mais uma vez INFORME-SE antes de asneirar! Trabalho (quase) sempre mais de 40 horas por semana, ao fim do mês levo 1300€ para casa (ao fim do ano dá para ver os milhões que isso perfaz, não dá senhor raposinho??) e todos os dias levo preocupações e dores de cabeça para casa.. Porque operar pessoas e tomar decisões que podem mudar a vida de uma pessoa para o bem ou para o mal não é o mesmo que escrever tretas num computador e fazer upload no final!
E para a responsabilidade de ter nas mãos a vida de várias pessoas por dia acha que 1300€ POR MÊS é muito??? Gostava então de saber quanto ganha o senhor porque deve ser um coitadinho!
Re: Como é que um médico ganha 796 mil euros no SN
Re: Como é que um médico ganha 796 mil euros no SN
Então você devia concordar em discordar
Um exemplo mal fundamentado
HR foi desenterrar este caso para, uma vez mais, tomar a parte pelo todo no dia da greve dos Médicos.. Deve haver aí muito ressentimento contra a classe Médica que ,repito, para si é um bando de faccinoras que estudaram anos a fio não para tratar os doentes, mas para os massacrar! Enfim, complexos inexplicáveis.
E a proposito , segundo consta, o Médico do Algarve recebeu em 2008 e 2009 essa quantia porque participou no programa de recuperação de listas de espera de oftalmologia e fazia, para além do seu horário, cirurgias extra pagas à parte e conforme a lei.
Comentários 168 Comentar

Últimas


Pub