25 de outubro de 2014
Página Inicial   >  Opinião  >   Comendador Marques de Correia - Cartas Abertas

Da História dos Juízes que depois dos 50 não têm fulgor ao fulgor de Portas

 | 
Já sei que vão dizer que uma coisa não tem nada a ver com a outra, mas sentem-se, calem-se e escutem. O nosso douto, amado, bendito e perspicaz Supremo Tribunal Administrativo (STA) veio postular que depois dos 50 anos certas coisas não são interessantes, ou seja (não desço ao ponto de ser específico), o fulgor esvai-se.    

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .


Estes gajos não sabem fazer reformas e depois dá nisto! Sigam o que eu digo! Ok?

 | 
Este país está maluco! Bem sei que todos sabem que este país está maluco, mas não passa na cabeça de ninguém devolver um imposto em função da quantidade de impostos que se conseguem cobrar. Ora estes patós do Governo, que nunca percebem bem o que eu lhes digo porque estão sempre a jogar aquelas coisas chatas no Facebook, decidiram devolver em 2016 parte da sobretaxa do IRS em função do que apuraram em 2015.   
 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

A sociedade que queremos construir agora é uma sociedade de quê?

 | 

Há quase 170 anos, Karl Marx postulou que caminhávamos para uma sociedade sem classes. Claro que houve logo quem o pusesse em causa (e o sociólogo Vilfredo Pareto, o das curvas, foi um dos mais consistentes, cerca de 30 ou 40 anos depois). No entanto, a maior parte das pessoas simples acreditou que tal seria possível.

 

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

 

Coisas que o currículo da boa escola não pode continuar a omitir

 | 

Há, ainda a questão do Facebook e do Twitter. Na realidade, quem pode estar em casa sem fazer nada se não souber passar umas boas horas no Facebook e no Twitter? Mesmo com um emprego é possível passar o dia nisso.

 

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

Porque pedi ao Dr. Carlos Costa que separasse o Alá bom do Alá mau

 | 
Quer dizer... se não é Alá é o Espírito Santo, porque como já expliquei, não sou homem de chegar a tão elevadas exegeses de teologia que questões como estas impõem a qualquer um.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

O que falta para que reforma do Estado seja o sucesso com que sonhámos

 | 

Comecemos por um exemplo gráfico, porque um exemplo gráfico é sempre mais fácil de apreender. Olhemos Macau. Macau é uma pequena cidade - menos de 1/3 da superfície da cidade de Lisboa (sem contar com os concelhos limítrofes) onde vivem cerca de 600 mil pessoas. Isto significa que, só na cidade de Lisboa, onde vive pouco mais de meio milhão, podia viver milhão e meio. Ou seja, somos poucos. 

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

Estou desiludido por saber que o meu Marques Mendes não manda no governo

 | 

E assim nasceu Passos (o miserável...),  que toda a gente pensava ser comandado por Ângelo Correia (até o próprio Ângelo), mas que era na verdade manobrado, manipulado (no sentido que se dá a quem comanda as marionetas), pelo meu Luís.

 

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI .

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub