31 de agosto de 2014
Página Inicial   >  Opinião  >   Comendador Marques de Correia - Cartas Abertas

Estou desiludido por saber que o meu Marques Mendes não manda no governo

 | 

E assim nasceu Passos (o miserável...),  que toda a gente pensava ser comandado por Ângelo Correia (até o próprio Ângelo), mas que era na verdade manobrado, manipulado (no sentido que se dá a quem comanda as marionetas), pelo meu Luís.

 

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI .

Coisas que são mentira, apesar de aparecerem em blogues, Facebook e Twitter

 | 
Como sabem os prevenidos, a internet está cheia de mentiras. Tornou-se, assim, central para um homem que tem responsabilidades na comunicação social repor a verdade dos factos. É o que tentarei fazer nesta página de que disponho.   

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .


Há as contas certas, as contas à moda do Porto e as contas à moda do BES

 | 

Eu, por natureza, não sou um delator! E, tal como Sócrates, exijo saber por que motivo detiveram o Dr. Ricardo Salgado, porque ter sido apenas por suspeitas de abuso de confiança, desvio de fundos, fuga ao fisco e não cumprimento das disposições do regulador, sinceramente, parece-me pouco.

 

 

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI .

 

Ideias patrióticas para salvar Portugal, deitado na areia, à sombra do toldo

 | 

O marulho das salsas ondas, como diria António Nobre, leva-nos sempre a pensar melhor neste país à beira-mar plantado no qual a terra se acaba e o mar começa (se está farto de lugares-comuns, aguente só um pouco mais, que eu já vou ao cerne - eu disse cerne e não cherne; na realidade, vou comer garoupa).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

O Papa Francisco a terrível crise do BES, os católicos progressistas e eu próprio

 | 
Um grupo de católicos progressistas, pensando erradamente que eu também o era, veio pedir-me ajuda. Pacientemente, expliquei-lhes que sou católico progressista, mas nunca ao mesmo tempo. Ou seja, quando sou católico não sou progressista e sou completamente contra a homossexualidade, o aborto, a contraceção e a amoralidade em geral; e quando sou progressista deixo de ser católico, porque me torno ferozmente adepto da amoralidade em geral, incluindo a homossexualidade, o aborto e a contraceção. Eles tentaram discutir comigo, dizendo-me que os católicos progressistas querem incluir alguns destes temas fraturantes na sua conceção de cristianismo, e eu zurzi-os filosoficamente dizendo:  

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI .

 

 

Desmascarada conspiração para que o nosso Portugal desapareça do mapa

 | 

A coisa não é simples de deslindar. Porque tudo parece desgarrado e sem nexo. Mas depois vai-se a ver e, à medida que nos afastamos dos problemas, tudo começa a fazer sentido. Por onde começar? Talvez pela seleção...

 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI .

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub