Anterior
Três alpinistas morrem ao descer o Evereste
Seguinte
Dalton Trevisan vence Prémio Camões
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Cientistas portugueses descobrem porque falha o coração

Cientistas portugueses descobrem porque falha o coração

A diminuição ou falta de comunicação entre células que altera o batimento do coração deve-se a um mecanismo agora descoberto por portugueses.

Uma equipa de investigadores de Coimbra identificou um novo mecanismo responsável por falhas de comunicação entre células do coração que pode estar na origem das doenças cardíacas, foi hoje anunciado.

A investigação, liderada pelo bioquímico Henrique Girão e publicada na revista "Molecular Biology of the Cell", permitiu descobrir um mecanismo que leva à diminuição ou falta de comunicação entre as células, desregulando o normal batimento cardíaco.

Esse desregular do batimento cardíaco acaba por ter implicações importantes no desenvolvimento de doenças, como a coronária, insuficiência cardíaca, arritmias e enfarte.

Os estudos realizados demonstram que a "ubiquitina assume o papel principal na degradação da conexina43 (Cx43), a proteína que assegura a comunicação rápida e eficaz entre a maioria das células, contribuindo para o normal funcionamento de órgãos e tecidos", refere uma nota hoje divulgada pela Universidade de Coimbra.

"Trata-se de proteínas muito importantes no coração, são como que canais que permitem a comunicação eficiente entre as diferentes células do coração, o que é importante para que ele bata de forma regulada e controlada", disse à Lusa o investigador.

No caso do coração, os canais de comunicação intercelular "asseguram a propagação rápida de um sinal que está na origem do batimento", ou seja, as alterações nessa comunicação, mediada pela Cx43, poderão estar na origem de doenças cardíacas.

No fundo, o que os investigadores da Universidade de Coimbra identificaram foi "o mecanismo responsável pela remoção da Cx43 da membrana das células, e posterior eliminação, resultando numa diminuição, ou ausência, da comunicação entre as células".

Segundo Henrique Girão, a grande novidade do estudo foi "demonstrar que uma via de degradação denominada autofagia participa na degradação da conexina43 presente na membrana plasmática das células, e que a ubiquitina tem um papel regulador neste processo".

Os resultados alcançados "podem ter um impacto grande" ao nível do tratamento, porque - explicou o investigador à Lusa -, uma vez identificado o mecanismo responsável pela desregulação da comunicação intercelular, "se inibirmos a autofagia talvez o tal coração em isquemia consiga prevenir algumas das alterações que seriam nocivas" para o órgão.

Nesse sentido, "abre-se caminho para o desenvolvimento futuro de novas abordagens terapêuticas que previnam ou impeçam a eliminação destes canais de Conexina43" e, deste modo, assegurem uma correta comunicação entre as células, disse.

O estudo foi realizado recorrendo a células em cultura e irá agora prosseguir em ratos sujeitos a isquemia cardíaca, de forma a avaliar o impacto da descoberta.

O objetivo é também perceber como é que as alterações da comunicação intercelular contribuem para o aparecimento de outras doenças, como o cancro e a diabetes, afirma o investigador do Instituto Biomédico de Investigação de Luz e Imagem.

O estudo conta com a colaboração de cardiologistas do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, de uma investigadora da Universidade de Einstein, Nova Iorque, e de um grupo de cientistas da Universidade de Dundee, na Escócia.


Opinião


Multimédia

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.


Comentários 139 Comentar
ordenar por:
mais votados
cientistas-portugueses-descobrem-porque-falha-o-co
Mais uma prova de que os portugueses são capazes e apreciados um pouco por todo o Mundo como sendo bons trabalhadores e honestos. Infelizmente não temos é tido desde o inicio da Nação, salvo dois ou três casos de excepção, dirigente à altura.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/05/victor-gaspar-e-medina-carreira.html?utm_source =BP_recent
Re: cientistas-portugueses-descobrem-porque-falha-
No Século 16 praticamente todas as Cortes da...
Re: No Século 16 praticamente todas as Cortes da..
Re: No Século 16 praticamente todas .. (1)
Re: No Século 16 praticamente todas .. (1)
A mitologia nacionalista não se faz de história
Re: No Século 16 praticamente todas (2)
Re: No Século 16 praticamente todas (2)
Re: No Século 16 praticamente todas (2)
O XUXIA TONI
Parabéns ou não?
Espero que não seja um daqueles estudos em que afinal se venha provar o que afinal outro já havia provado.
Aliás o que salienta a noticia é a novidade de como remover a tal proteína e não adianta nada mais.
O que se anda a fazer muito em Portugal ultimamente no sector da INVESTIGAÇÃO é o chamado encher chouriço, sobretudo no campo farmacêutico.
Não se investiga muito, faz-se uma cópia e depois diz se que se desenvolveu uma nova forma de tal mas no fundo isso já não era novidade.
Re: Parabéns ou não?
Nem sou médico ou estudioso do assunto,
mas a constatação é de vital importância e, assim, provavelmente ajudará na elucidação desse mal que afeta boa parte da população no mundo ocidental. Rio Grande
Quando se cultiva colhem-se os frutos
mas a o abandono levará à ineficácia e à nulidade cientifica.
O que colhemos hoje, foi semeado no passado, no tempo em que Portugal podia sonhar .
Também esta riqueza evaporar-se-á e emigrará para não voltar.
O Coração...
É aquela máquina que nos faz viver ...

Todos os estudos que sejam em prol da Vida são de facto de parabenizar e louvar ... porque as doenças ligadas ao coração são das que mais matam em Portugal ... Agora o mais importante são os passos para que sejam provadas estas descobertas e porem as mesmas em benefício do ser Humano salvando vidas!

É de facto Júbilo ver os nossos cientistas em várias frentes e do papel que têm no Mundo da Ciência e não só!...
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Enquanto os nossosa grandes portuguese e grandes Reis descobriram o mundo e conquistaram metade do mundo, os nossos pequenos portugueses, trataram de destruir tudo o que tinha sido alcançado.
Não sabendo que Deus estava por trás deste projecto, só fizeram asneiras.
Se Deus acha que nós deveríamos possuir vastos territórios, que direito têm esses totós, de pensar que nós não podemos possuir aquilo que o próprio Deus nos destinou?
De asneira em asneira reduziram Portugal a um cantinho da Europas e agora queixam-se do desemprego?
Por amor de Deus!!!
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
PAULO,CUIDADO COM O SEU ATEISMO!!!
Re: PAULO,CUIDADO COM O SEU ATEISMO!!!
Re: PAULO,CUIDADO COM O SEU ATEISMO!!!
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Delírio, delírio, delírio!!!!!!
Re: Delírio, delírio, delírio!!!!!!
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
PASCOA 2014 - Um recorde embatido.
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Se a ciência trabalhar a 500%, talvez daqui a uns bons anos tratem todas as doenças.
E com o que é que ficamos? Com o envelhecimento e os acidentes.
Como é que a ciência pensa resolver isso???
Sou todo ouvidos...
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
dwid
Re: dwid
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Não sabe????????????????? Como é possível?
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
Re: Cientistas portugueses descobrem porque falha
No Século 16 praticamente todas as Cortes da...
... Europa tinham um médico Português! Já fomos bons em muitas coisas e não há razão para não voltarmos a ser!

Para começar acabar com a mentalidade provinciana de que tudo que é Português é mau e só o que vem de fora é que é bom. E com lamúria de que a culpa da situação em que nos encontramos é dos outros e não nossa. A começar pela nossa permanente auto-flagelação e baixa auto-estima!
Também a investigação
para que exista, necessita de estimulo, por outras palavras de dinheiro.
Mais um resultado, não só a actividade dos cientista médicos mas de uma politica de estimulo à investigação cientifica verificada nos últimos anos.
Que a crise, não destrua também com estes estimulos.
Só os nossos "politicos" não entram nos Tops !
É com imensa Alegria e orgulho que constato ou melhor os Portugueses sabem que existem mentes brilhantes em várias áreas que vão das Ciências , à Literatura , da Engenharia às artes,nas novas tecnologias e nano , e até nos serviços.Destoam pela positiva os "nossos Politicos"salvo honrosas excepções.É tempo de dar a gente competente os destinos nas Autarquias e no País a quem realmente quer zelar por nós e por Portugal!Perante os feitos brilhantes que nos orgulham e que se tornaram recorrentes,é tempo dizia de reflectir-mos e dizer que ao leme da Nação têm que ser Politicos que nos orgulhem que a devem orientar e gerir.
Comentários 139 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub