Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  Christian Bale agredido por autoridades chinesas (vídeo)

Christian Bale agredido por autoridades chinesas (vídeo)

O ator inglês Christian Bale foi agredido por autoridades chinesas ao tentar visitar o dissidente Chen Guangchen, em prisão domiciliária há 15 meses.
Tiago Oliveira (www.expresso.pt)

A estadia de Christian Bale na China está a ser manchada por um episódio polémico. O conhecido ator inglês que se encontra no país para promover a produção chinesa que protagoniza, "Flowers of War" , foi agredido e ameaçado quando tentava visitar o dissidente chinês Chen Guangchen.

Tudo se passou à entrada da aldeia de Dongshigu, a oito horas de carro de Pequim, quando um grupo de guardas bloqueou Christian Bale que se encontrava com uma equipa de reportagem da CNN. Os seguranças reafirmaram a proibição de entrar nas imediações e agrediram o ator.

Em declarações reproduzidas pela CNN, Chistian Bale reafirmou não ter tentado visitar Chen Guangcheng por publicidade, mas sim para chamar a atenção para a situação do ativista legal.

"Eu não sou bravo por fazer isto. Quero apoiar a população local que fazem frente às autoridades e insistem em tentar visitar Chen [Guangcheng] e a sua família e que, como consequência, são agredidas e detidas.", confessou o ator

Preso por bloquear trânsito


Um carismático advogado cego e autodidata, Chen Guangcheng ganhou em 2005, quando chamou a atenção para um programa de abortos clandestinos do Governo chinês no âmbito da campanha nacional de controlo da natalidade.

No ano seguinte seria preso por "perturbar o trânsito" tendo sido libertado da prisão em 2010, para ficar confinado à sua residência.

Alertado para a história e situação de Chen Guangcheng enquanto se encontrava nas filmagens da película "Flowers of War", Christian Bale propôs à CNN uma reportagem no local onde o dissidente se encontra deito em prisão domiciliária há 15 meses.

"Esta não é uma atitude que tenha normalmente. Mas é uma situação à qual eu não consigo virar as costas. Tudo o que queria fazer era apertar a mão ao homem, agradecer-lhe e dizer-lhe a inspiração que é".

Veja o vídeo do incidente:

Comentários 4 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Apelo ao povo Luso
Que façam um boicote total a produtos chineses.
Re: Apelo ao povo Luso Ver comentário
Agressão?
Bem.. Não vejo agressão nenhuma! Não estou a defender o lado chinês, até pelo contrário repudio todo o tipo de acção que prive injustamente alguem que quer fazer uso do direito de liberdade de expressão ou neste caso de tentar alertar para uma situação de violação dos direitos do senhor chinês... Agora não parece um pouco publicitário dizer que o actor foi agredido? eu vi uns empurrões e pouco mais... não existe outra conotação é verdade para o acto em si, mas que diriam se vissem os manisfestante tugas que foram "acalmados" em frente a A.R. recentemente? tentavita de homicidio?
Mas a China ainda tem que evoluir muito no que dizs respeito a direitos funadamentais dos seus cidadãos!
Ao que chegou o Expresso...
tsc tsc tsc
"eu não sou bravo"
além de escrever em português de 3ª ainda usa traduções de 5ª.
muito triste mesmo.
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub