9
Anterior
Prejuízos históricos de 1,219 mil milhões no BCP
Seguinte
Emirates Airline volta a recrutar em Portugal
Página Inicial   >  Economia  >   CGD com prejuízos de 394,7 milhões de euros

CGD com prejuízos de 394,7 milhões de euros

A Caixa Geral de Depósitos reduziu os prejuízos em 2012 face aos 488,4 milhões de 2011. Peso das imparidades continua a fazer-se sentir.
|

Apesar de negativos, os resultados da Caixa Geral de Depósitos  são quase 100 milhões melhores do que no ano passado", disse em conferência de imprensa José de Matos, presidente executivo do banco.

A melhoria dos resultados fica a dever-se a uma redução das imparidades e desinvestimento em participações financeiras não estratégicas, sublinhou José de Matos.

Como aspeto negativo, o gestor destaca ainda a evolução da qualidade do crédito, que piorou. "as previsões para imparidades de crédito passaram de 825,9 milhões de euros em 2011, para 1008,6 me 2012".

Houve uma redução do número de trabalhadores em Portugal em cerca de 100 pessoas, para 9.509.

O produto da atividade bancária cresceu 0,6%, para 2939,2 milhões de euros, enquanto o resultado bruto de exploração aumentou 6,5% para 1212,1 milhões de euros.

Nas operações internacionais, Espanha é a única a apresentar prejuízos. A CGD anunciou também que vai avançar com uma auditoria ao banco que tem no Brasil para esclarecer eventuais irregularidades denunciadas por um administrador.A auditoria será feita por responsáveis da CGD em Lisboa.

Quanto aos cortes salariais decretados pelo Governo, o presidente da CGD garantiu que o banco vai cumprir o que está previsto no Orçamento do Estado para este ano.


Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 9 Comentar
ordenar por:
mais votados
O trafulha do Passos Coelho desmascarado..
youtu.be/xcNOHwfPIv4
Onde param
Os socialistas socraticos esses bandidos.
não só os socráticos
Silove
É isto o banco do povo...
Não obstante as taxas que cobra, verdadeiramente escandalosas para um banco público que deveria ser o garante da possibilidade dos cidadãos de mais baixas posses poderem aceder a serviços bancários, continua a dar prejuízo.
Privatize-se esta espécie de banco que não serve Portugal nem os portugueses!
Por mim, há muito que deixei de ter contas neste banco de ladrões e incompetentes!
Prejuízo nos bancos...
Menos impostos a arrecadar...
logo mais déficit ou mais impostos para os mesmos do costume!
É só mais um !!

E este, como a maioria, administrado pela laranjada !!

Por acaso até de nome Faria de Oliveira, agora coadjuvado pelo Rui Machete, saído directamente da SLN para a CGD.

E já agora. Quantos BPN's dará a CGD ?!?! Creio que chegará para tanto lobinho esfaimado !!
O Vara por onde passou fez estrago
Tal como no BCP o Vara e a tralha xuxalista distribui dinheiro a fartazana pelos amigos. O Berardo, os irmãos Martins andam tão calados..A Visabeira todos os meses comprava uma empresa emblemática, mas falida, o Olivreira do futebol...As imparidades tem que ser contabilizadas
Opaisquetemos
A SAÚDE PÚBLICA ESTÁ EM RISCO - LER: opaisquetemos.wordpress.com - A POLÍTICA, É DOS ASSUNTOS MAIS NOJENTOS
Comentários 9 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub