Anterior
Reações à morte de José Hermano Saraiva
Seguinte
Cancelada em Paris estreia de novo filme Batman
Página Inicial   >  Atualidade / Arquivo   >   Cena de terror num cinema dos EUA confunde-se com a ficção

Cena de terror num cinema dos EUA confunde-se com a ficção

Doze mortos e 59 feridos, entre eles um bebé de três meses, é o resultado do massacre desta madrugada no Colorado (manhã em Lisboa). FBI exclui hipótese de terrorismo.
|
O cinema Century 16 foi o local da tragédia
O cinema Century 16 foi o local da tragédia /  EPA
James Holmes, 24 anos, estudante de medicina, é o autor do massacre num cinema dos EUA
James Holmes, 24 anos, estudante de medicina, é o autor do massacre num cinema dos EUA / Reuters

James Holmes, 24 anos, estaciona um Hyundai branco nas traseiras do cinema Century 16, em Aurora, subúrbio da cidade de Denver, estado do Colorado. Vem vestido de preto, com um colete à prova de bala e luvas de atirador, armado com dois revólveres, uma metralhadora, uma caçadeira e duas granadas de um gás desconhecido.

Sai do carro, coloca uma máscara e dirige-se para uma das portas das traseiras, que dá acesso à única sala que está cheia. Lá dentro, centenas de pessoas assistem à estreia de "Batman: O Cavaleiro das Trevas Renasce", o novo capítulo da saga do herói de banda desenhada.

Mal Holmes pontapeia a porta, arremessa para junto das primeiras filas duas granadas de gás, que as autoridades desconfiam ser pimenta ou lacrimogéneo, e dispara as primeiras rajadas de metralhadora.

Algumas pessoas ficam na dúvida se não se trata de um acto encenado pelos promotores da estreia. Outros nem sequer se apercebem, até porque na altura a película passava uma cena de tiroteio. Realidade e ficção deixaram de se confundir aos primeiros gritos de socorro.     

Os tiros iniciais são para o ar. Os espectadores fogem, desordenadamente, e o atirador começa a escolher os seus alvos.

No fim do massacre, 12 pessoas morrem e 59 ficam feridas, entre elas um bebé de três meses. As autoridades adiantam que o número de mortos pode aumentar devido ao estado muito grave de alguns dos internados, que foram distribuídos por seis hospitais da região.  

Um deles estava numa sala ao lado e foi vítima de uma bala perdida que trespassou a parede.

Detido no parque de estacionamento


Frank Fania, porta-voz da polícia local, contou ainda ao Expresso que Holmes foi detido no parque de estacionamento, quando regressava ao carro, e que não ofereceu qualquer resistência. "Não há indício de que se trate de um ataque terrorista. Estamos perante um atirador isolado", explicou.

Cerca de cinco minutos depois do massacre, que começou às 00h39, mais de 200 agentes estavam no local.

Ao início da manhã, e à medida que a notícia ia sendo conhecida, as autoridades um pouco por todo o país anunciavam medidas extra de segurança.

O director da polícia de Nova Iorque (NYPD), Ray Kelly, revelou, há meia hora, que serão destacados reforços policiais para várias salas de cinema da maior cidade americana, durante este fim-de-semana, em especial para aquelas onde o novo Batman é cabeça de cartaz.

"É uma mera medida de precaução e também para nos proteger de alguém que queira copiar os eventos de Colorado", disse Kelly.

Apartamento armadilhado


Entretanto, em Aurora, prossegue o trabalho da polícia que, nas últimas horas, cercou e mandou evacuar o prédio onde vivia James Holmes. "O atirador armadilhou o seu apartamento com uma quantidade ainda desconhecida de explosivos", afirmou o director da polícia local, Dan Oates, durante uma conferência de imprensa.

Oates prevê que os engenhos sejam desactivados durante os próximos dias.

O chefe da polícia deixou ainda um alerta para os jornalistas. "Por favor tenham cautela. Há muita informação falsa a circular nas redes sociais. Por favor não a usem. Ainda há cerca de minutos, um indivíduo fez-se passar por mim e as suas afirmações foram usadas por uma cadeia de televisão".   

Em comunicado, a família de Holmes, residente na Califórnia, também deixou um recado à comunicação social, pedindo para que respeite a sua privacidade. Lê-se ainda, no documento, que o jovem de 24 anos, licenciado em Biologia, estaria a completar um doutoramento em neurociência.

O pai do criminoso estará a caminho de Aurora.

Militares entre as vítimas


O Pentágono revelou que vários militares americanos estão entre as vítimas do tiroteio, escusando-se esclarecer se existem mortos entre eles.

Perto do Century 16 há uma pequena base americana com cerca de 10 mil soldados. O Departamento de Defesa americano recusa estabelecer qualquer relação entre a presença dos militares e o massacre, considerando pura especulação as informações de que eles seriam o alvo do massacre.   

James Holmes apresenta-se em tribunal na segunda-feira.

 

Vídeo filmado por uma pessoa no local, logo após o incidente, e publicado no YouTube:


Veja vídeo SIC:

Opinião


Multimédia

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 9 Comentar
ordenar por:
mais votados
São as consequências do facto de desde sempre
à juventude ter-lhe sido dado jogos e filmes onde a vioência até parece ser normal. Depois aparecem situações destas, que não são de estranhar. Para além do facto de nos EUA qualquer pessoa poder comrar quase todo o tipo de armas.....
Re: São as consequências do facto de desde sempre
atrasado mental!
Doutoramento em neurociência? Ele mesmo deve ser o objeto da sua própria tese.
Mais um demente
que busca a fama pelo extermínio de algumas pessoas, sem que isso colabore no sentido de entendermos que a violência gera mais violência, cada vez mais e infinitamente mais. Rio Grande
Chocante!
Eu gostava que alguém me explicasse o que é que um bebé de 3 meses faz num cinema na sessão da meia-noite...
RIP
Re: Chocante!
ESPANTOSO...!!!
APENAS UMA OBSERVAÇÃO PARA O PAÍS ONDE TUDO O RESTO É NORMAL: ONDE ESTÁ A ÉTICA E MORAL DA DITA CIVILIZAÇÃO, QUE PERMITE AQUELA HORA UMA CRIANÇA DE TRÊS MESES NAQUELE LOCAL????
A LIBERDADE NÃO PODE SER POSTA EM CAUSA PELA IRRESPONSABILIDADE!!!
A subalternização da consciência cívica
A incaução, ignorância, a subalternização da consciência cívica à aberração generalizada dos construtores de opinião, educação, legislaturas e sua aplicação, alicerçadas nos dogmas e radicalismos religiosos tradicionais camuflados numa pretenciosa laicidade dos estados, ditam a panóplia dos acontecimentos mais que previsíveis num hospício psiquiátrico.
Seria possível, uma sociedade sem criminosos onde todos possam prosperar e o fatalismo acidental reduzido a zero? Sim.
Vá-se lá entender...
Um felácio na sala oval feito de livre vontade não, mas vender armas de guerra a qualquer um já não há problema, depois ficam chocados, vá-se lá entender....
Comentários 9 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub