20 de abril de 2014 às 19:02
Página Inicial  ⁄  Atualidade / Arquivo   ⁄  CDS-PP critica "guerrinha retórica" do PS com PSD

CDS-PP critica "guerrinha retórica" do PS com PSD

Porta voz do CDS-PP diz que intervenção do primeiro-ministro no comício de ontem do PS, em Mangualde, "não se enquadra" com a situação real do país.
Lusa

O CDS-PP criticou hoje José Sócrates por não ter anunciado um plano de ajuda aos agricultores prejudicados pelos incêndios ou falado do aumento do défice, num discurso de "guerrinha meramente retórica" com o PSD .

Em declarações à Lusa, o porta voz dos democrata-cristãos, Nuno Magalhães, afirmou que a intervenção do primeiro ministro no comício do PS em Mangualde, no sábado, "não se enquadra" com a situação real do país e ignorou os problemas vividos diariamente pelos portugueses.

"O primeiro ministro não anunciou, como devia, qualquer plano de ajuda aos agricultores e produtores florestais que ficaram nas últimas semanas sem os seus haveres e rendimentos, apenas teve palavras de circunstância, e também não deu qualquer explicação sobre o aparentemente inexplicável aumento do défice", apontou o representante.

Sócrates "fugiu" de problemas concretos


Sobre as referências de José Sócrates a nível de saúde e educação, Nuno Magalhães considerou que o governante "fugiu" de problemas concretos, como o facto de "não haver chumbos nas escolas" ou a falta de assinatura com as misericórdias de um acordo que iria permitir que 40 000 a 70 000 doentes não tivessem de esperar por uma cirurgia. 

Para o deputado do CDS, o que fica da intervenção de Sócrates é a continuação de uma querela "de faz de conta" entre PS e PSD, nomeadamente sobre a revisão constitucional, depois de os dois partidos terem estado "colados" na definição do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC ). 

"Já todos perceberam que daqui a duas ou três semanas irão estar novamente abraçadinhos na aprovação do orçamento de Estado, mas entretanto vai continuar esta guerrinha de palavras meramente retórica". 


Comentários 4 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
E vocês
Não querem entrar no tango?
Plano de ajuda aos agricultores...
por não limparem as matas? E por que não anunciar também um plano de ajuda aos incendiários que também são gente?
Compreende-se ...
P Portas já avisou que com um nénage a 3 acabavam-se as guerrinhas.
um "nenage".....Lindoooooooooooooooooooooooo!! Ver comentário
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub