21 de abril de 2014 às 1:39
Página Inicial  ⁄  Multimédia  ⁄  Infografia  ⁄  Bomba de Hiroxima abriu era atómica há 66 anos (gráfico animado)

Bomba de Hiroxima abriu era atómica há 66 anos (gráfico animado)

Infografia de Jaime Figueiredo, Carlos Paes e Carlos Esteves. Texto de Rui Cardoso (www.expresso.pt)

Em agosto de 1945, duas bombas atómicas arrasavam Hiroxima e Nagasáqui. Veja no gráfico animado imagens chocantes dos bombardeamentos e saiba como foram construídas as bombas que mudaram o mundo.




Em 1942, uma equipa de cientistas de diversos países, financiada pelos Estados Unidos, começava a desenvolver estudos sobre a possibilidade de produzir energia a partir da cisão do átomo. O Projeto Manhattan, dirigido pelo físico Robert Oppenheimer, levaria à produção das primeiras bombas atómicas, duas das quais foram lançadas sobre Hiroxima e Nagasáqui, causando centenas de milhar de mortos e precipitando a rendição do Japão. Acabava assim II Guerra Mundial, com a saída de cena do império nipónico, mas estava prestes a começar a Guerra Fria.




Comentários 139 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Crime contra a Humanidade
Os vencedores escrevem sempre a História à sua maneira e, neste caso, os Estados Unidos e os Aliados "esqueceram-se" dos seus crimes contra a Humanidade, na II Guerra Mundial, que cometeram frequentemente.
A bomba atómica não foi lançada contra instalações militares ou qualquer exército, o que se compreenderia. Não. As bombas foram lançadas contra duas cidade quase exclusivamente habitada por civis e as consequências foram desumanas.
A crueldade americana foi ao ponto de, depois de lançadas as duas bombas, terem proibido os médicos japoneses de tratarem os feridos para que os clínicos americanos militares "estudassem" os efeitos das radiações nucleares sobre os atingidos.
Se fossem os alemães a cometer esta atrocidade seriam enforcados, mas com os vencedores nunca se julgam os seus "criminosos de guerra".
Além de Hiroshima e Nagasaki, também Tóquio, Dresden, Colónia, Hamburgo, Hannover, Frankfurt, etc., foram arrasadas não pela sua importância estratégico-militar mas "apenas" para assassinar e aterrorizar as populações civis.
Os Aliados tiveram um pingo de vergonha no final da II Guerra Mundial quando o responsável por estes holocaustos aéreos, Sir Arthur "Bomber" Harris, foi o único general com funções de alto comando a não ser condecorado.
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
Re: Crime contra a Humanidade Ver comentário
NÃO PODEMOS ESQUECER
Sobretudo quando sabemos que os "polícias" do Mundo usaram essas armas e esses alvos como uma experiencia militar. Primeiro sobre Hiroshima e depois sobre Nagazaki. São estes que agora impuzeram uma guerra de destruição do Iraque, impõem sanções ao Irão, mas protejem Israel com toda a moralidade que lhes está sujacente. Os que condenaram o nazismo e com os Soviéticos "caçaram" todos os cientistas nazis que poderam, um deles o pai dos foguetes e voos espaciais...
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA Ver comentário
Re: Outro... mas este foi aldrabado Ver comentário
Re: Outro... mas este foi aldrabado Ver comentário
Re: Outro... mas este foi aldrabado Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER Ver comentário
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER Ver comentário
" O mèdo guarda a vinha"
A politica e os politicos estao perdidos, ou o medo ainda guarda a vinha?
Re: Triste...o ser humano é diabolico... Ver comentário
Ná... existiram muitos mais. Ver comentário
Os EUA é o único país no mundo a utilizar essa
bomba de destruição em massa e agora só querem que eles e seus aliados a tenham, mais ninguém. Mas a única solução honesta seria a eliminação total dessas bombas, se realmente existe boa fé de todas as partes...
As corridas
Ideologias à parte: quem chega primeiro quer sempre, pelo menos não perder essa vantagem para os outros. A quem vem atrás não lhe importa a paridade pois isto já é uma vitória sobre os que chegam primeiro.
Se não se trrata-se de um genocídio tragico
a RTP, hoje no Telejornal proporcionou-nos um dos momentos de maior humopr dos últimos tempos. Ouviu-se dizer que "um avião dos EUA "DEIXOU CAIR UMA BOMBA". naquelas cidades. Aukistuxego...
Só faltou dizer que a bomba foi embrulhada em Ver comentário
Curioso...
Para marcar a inauguração da Feira Estadual de Indiana, diversos porcos participaram de uma corrida na cidade de Indianápolis, nos Estados Unidos, na sexta-feira...
Do Pior
Ainda alguém tem dúvidas que os americanos são a pior escória que alguma vez pisou a face da terra ? Nem mesmo a eleição do "bonzinho" do Obama vai limpara a m**** que eles tem feito, aliás, a eleição dele tem como objectivo isso mesmo.
Meu caro TugaPT. As bombas de Obama são iguais Ver comentário
Re: Meu caro TugaPT. As bombas de Obama são iguais Ver comentário
Re: Quem são os bons? Ver comentário
As duas bombas
Ora, as duas bombas foram necessárais, sim! Do ponto de vista militar, naquele momento da guerra, o efeito delas seria de mostrar ao mundo, uma nova potência emergente, a do Tio Sam... Mas, ainda do ponto de vista militar, era certo que a reação nipônica seria férrea, nada fácil. No Brasil, os nipônicos e os descendentes, formaram milícias que executaram muitos japoneses, que apenas aceitaram como verdade a rendição. Foi preciso que os agentes do serviço secreto brasileiro da época, agissem apressadamente, para evitar uma revolta em toda a colônia, quando a polícia de São Paulo, colocou mais de um milhar de homens atrás das grades. Mesmo na cadeia, não acreditavam na derrota e muitos, até hoje, consideram tudo uma fraude. Ademais, Hiroito só ficou vivo, primeiro pelo fato de pedir por sua vida e, depois, uma condição - a única - de a rendição ser aceita pelo exército imperial, se ele permanecesse como tronco central do poder, no após guerra. Hiroito nunca foi enganado por seu "staff", sempre nutriu profundo asco pelos não-japoneses e, em especial, pela Ásia formada por homens de segunda classe. É a verdade. Os americanos aceitaram esse tipo de rendição, diante da conveniência. Os russos lamentaram.
Bomba de Hiroxima
Só agora venho comentar este horrendo crime, que fez escorecer a vitoria dos Aliados. Eu sei que a guerra é algo de horroroso, mas também sei que não há nenhum crime que justifique outro. Se os Nazis queimaram milhares de seres humanos nos fornos crematorios,este não é um acto menos digno da nossa repulsa. Ai dos vencidos, alguém disse um dia. O que não se diria se o vencedor tivesse sido o vencido. Se algo se pode tirar de positivo de tão horrendo acto, é que até à presente não voltou a ser utilizada e espero bem que assim continue.
Japoneses
Os Japoneses foram dos povos com pior comportamento durante a WWII. As atrocidades, humilhações, torturas, racismo, escravidão sexual etc apenas foram ofuscadas pelos números e estatísticas dos outros monstros (o Nazi e o Comunista), mas se me perguntassem de quem preferiria ser prisioneiro, os Japoneses viriam no final da lista.

Pior que tudo, e ao contrário dos Alemães, os Japoneses nunca pediram desculpas (e a ideologia Russa que gerou a sua quota de culpa já desapareceu) pelos seus atos.

Infelizmente, e tal como aconteceu com quase todos os povos envolvidos na guerra (EUA a exceção), quem mais sofreu foi o povo.
Enola Gay...
... you should've stay at home, yesterday.

http://www.youtube.com/wa...

(A Humanidade no seu melhor)
"How can i save my little boy...
... from Oppenheimer's deadly toy."

(Sting)
HIROSHIMA - NAGASAKI -
Caros Colegas.

A Morte de Duas Cidades - com Mulheres, Crianças, Idosos, Jovens, todos enfim e porque os EUA sabiam que mais uma vez iriam perder a Guerra - o que é natural nesse País - mostra que a Mayflower soube transportar as "ELITES" inglesas para esse País.
Pretendo dizer com isto que os EUA - que nada possuem como Democracia - vejamos os casos dos negros, Centro Americanos, etc. - têm um comportamento quase identico ao que foi praticado no tempo de Stalin e Hitler ou seja pretenderem ser os únicos no mundo com Saber e os outros Relegados para um plano Inferior.
Se... por um acaso e depois do lançamento das Bombas sobre o Japão tivesse perdido a Guerra, Podem crer que seriam Julgados como Criminosos de Guerra e NUNCA VITORIOSOS.
Sem pretender atenuar a atitude de Hitler, assisti por parte da Alemanha a Indemnizações aos Descendentes dos Judeus que foram Chacinados nos Campos de Extermínio. Pessoalmente tenho conhecimento de dois casos aqui em Portugal e de Amigos meus; pelo menos assumiram.
Mas sobre acabar com as Bombas, acho que não; entendo que todos deviam possuir Bombas para que pudesse existir um Equilibrio de Forças - aliás verificado durante os tempos da URSS -.
Essas Bombas, evidentemente somente podiam ser detonadas com a anuencia de pessoas idóneas mas NUNCA ESCOLHIDAS PELA ONU A QUAL TEM DEMONSTRADO TENDENCIAS PARA... E NÃO ISENÇÃO.
Iraque? Afganistão? Coreia? etc. como e porquê ? Somente Interesses Bélico/Comerciais.
Cumpirmentos
C.S.R.
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Re: Direito de contraditório Ver comentário
Um mal necessário!
A máquina de guerra japonesa estava já destruída. A guerra estava já mais do que perdida. Era completamente impossível qualquer esperança de reviravolta. Nada justificava a continuação da carnificina. Nada!

Mas o Japão insistia na não rendição. Insistia na loucura da resistência até ao fim, aguardando um qualquer milagre. Insistia na defesa da maldita "honra", no maldito código do "bushido". Insistia, enfim, na continuação da mortandade sem sentido!...

Que fazer? Invadir as principais ilhas, Honshu, Kyushu, etc??? A que custo???

Claro que também serviu para intimidar e tentar conter a cada vez maior e mais ambiciosa fome imperialista de Estaline, mas havia outra hipótese para abreviar o fim do pesadelo??? Não me parece...

Aos que acham que sim, que havia outro caminho, gostava de ler as suas soluções. Talvez rezar para que Tojo tivesse um ataque de bom senso, era??? Uma velinha para que cessassem os "Kamikaze" e pusessem cravos vermelhos na ponta das armas à beira das prais do Japão???

Opções válidas, ou silêncio!...
Re: Um mal necessário! Ver comentário
De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
A História Universal tem destas coisas... Ver comentário
Re: A História Universal tem destas coisas... Ver comentário
1945 ou como se joga no tabuleiro do poder global Ver comentário
Re: 1945 ou como se joga no tabuleiro do poder glo Ver comentário
"URSS foi o resultado de uma série de condições"? Ver comentário
Re: Ver comentário
discutir sério? ...a sério? LoL Ver comentário
Re: Imperialismos Ver comentário
Re: Imperialismos Ver comentário
Anarquista!?!?! tudo a comer no chão? ROFL Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: De aperitivo: Ver comentário
Re: OOPS! Ver comentário
Re: OOPS! Ver comentário
Re: OOPS! Ver comentário
Re: Imperilaismo Soviético Ver comentário
Re: Imperilaismo Soviético Ver comentário
Re: Imperilaismo Soviético Ver comentário
Re: Imperialismo Soviético Ver comentário
Re: Um mal necessário! Ver comentário
Re: Um mal necessário! Ver comentário
Comentários 139 Comentar
Pub