Página Inicial   >  Multimédia  >  Infografia  >  Bomba de Hiroxima abriu era atómica há 66 anos (gráfico animado)

Bomba de Hiroxima abriu era atómica há 66 anos (gráfico animado)

|

Opinião


Multimédia

Edwin. O rapaz que aprendeu a sonhar

O que Edwin sabia sobre a vida era sobreviver. Na cabeça dele não cabiam sonhos e os dias eram passados à procura de comida para ele e para a mãe e para o irmão. A fome espreitava nos cantos da barraca de palha no Quénia e ele escondia-se dela como podia - chupar as pedras era uma forma de a enganar. Mas a sorte dele mudou porque alguém viu nele outra coisa. E tudo começou numa dança. Agora, os mesmos dedos que agarravam as pedras tocam hoje teclas de um piano Bechstein. E os pés dele já não estão nus mas calçados. Com chuteiras. Primeiro no Benfica, agora no Estoril, o miúdo de 15 anos que fala como gente grande descobriu que tinha um sonho: ser futebolista. Como Drogba.

Todas as ilhas têm a sua nuvem

Raul Brandão chamou-lhe 'A Ilha Branca'. Como viajante digo que tem um verde diferente das outras oito que com ela formam o arquipélago dos Açores. É tenra, mansa, repousante e simultaneamente desafiante. Esconde segredos como a lenda da Maria Encantada e um vulcão florestado a meio do século passado que nos transporta para uma dimensão sulfurosa e mágica. Obrigatória para projetos de férias de natureza.

Em três quartos de hora não se esquece só a idade. "Esquece-se o mundo"

Maria do Céu dá três voltas ao lar sempre que pode. Edviges vai a todos os velórios, faz hidroginástica e sopas de letras. António dá um apoio na Igreja e nos escuteiros. Tudo é uma ajuda para passar os dias quando se tornam todos iguais. No Pinhal Interior Sul, a região mais envelhecida da União Europeia, quase um terço da população tem mais de 65 anos. Os mais velhos ficaram, os mais novos partiram.

Profissão: Sniper

O Expresso foi ver como são selecionados, que armas usam, para que missões estão preparados os snipers da Força de Operações Especiais do Exército. São uma elite dentro da elite. Um pelotão restrito. Anónimo. Treinam diariamente com um único objetivo: eliminar um alvo à primeira, mesmo que esteja a centenas de metros. Humano ou material. Sem dramas morais, dizem.

Xarém com conquilhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione com esta nova receita.

O que se passa dentro da cabeça dele

O que leva um tipo a quem iam amputando uma perna a regressar ao sítio onde os ossos se desfizeram, uma e outra vez, e testar os limites do seu corpo? Resposta: a busca pelo salto perfeito, que ele diz existir dentro dele e que ele encontrará mais dia menos dia. É a fé e a confiança que o movem e o levam a pular para lá do que é exigido a um campeão olímpico e mundial que não tem mais nada a provar a ninguém - a não ser a ele próprio. Este é um trabalho que publicámos em agosto de 2014, quando o saltador se preparava para os Europeus e falava das metas que tinha traçado para 2015 e 2016: mostrar que não estava acabado. Sete meses depois, provou-o no Europeu de pista coberta em Praga, onde venceu este fim de semana.

Amadeu, que aprendeu o mundo no campo e tinha o coração na ponta dos dedos

Em Portugal, a dedicação à língua mirandesa tem nome próprio: Amadeu Ferreira, o jurista da CMVM que - quando todos diziam que "era uma loucura impossível" - arranjou tempo para traduzir "Os Lusíadas", a "Mensagem", os quatro Evangelhos da Bíblia e ainda duas aventuras do Asterix para uma língua que pertence a um cantinho do nordeste português e é falada por menos de 15 mil pessoas. No final de 2014 deu ao Expresso aquela que viria a ser a sua última entrevista. Morreu no passado domingo e esta quinta-feira foi lançada a sua biografia, "O fio das lembranças", com quase 800 páginas.

Temos 16 imagens que não explicam o mundo, mas que ajudam a compreendê-lo

O júri do World Press Photo queria dar o prémio maior da edição deste ano (e talvez das edição todas) a uma fotografia com "potencial para se tornar icónica". A primeira imagem desta fotogaleria, por ser "esteticamente poderosa" e "revelar humanidade", é o que o júri procurava. A fotografia de um casal homossexual russo, a grande vencedora, é a primeira de 16 imagens de uma seleção onde há Messi desolado, migrantes em condições indignas no Mediterrâneo, a aflição do ébola, mistérios afins e etc - são os contrastes do mundo.

Vamos falar de sexo. Seis portugueses revelam tudo o que lhes dá prazer na cama

Neste primeiro episódio de uma série que vai durar sete semanas, seis entrevistados falam abertamente sobre aquilo que lhes dá mais satisfação na intimidade. Sexo em grupo, sexo na gravidez, prazer sem orgasmo e melhor sexo após a menopausa são alguns dos temas referidos nos testemunhos desta semana. O psiquiatra Francisco Allen Gomes explica ainda a razão de muitas mulheres fingirem o orgasmo. O Expresso e a SIC falaram com 33 portugueses que deram a cara e o testemunho de como são na cama. Ao longo das próximas sete semanas, contamos-lhe tudo.

Elvis. Gostamos ou não gostamos?

Ele não é consensual, mas é incontornável. Dispunha de penteado majestoso e patilha marota, aparentava olhar matador e pose atrevida. E deixou canções: umas fáceis e outras nem tanto, por vezes previsíveis e às vezes inesperadas, ora gentis ora aceleradas. E ele, Elvis, nasceu em janeiro de 1934 - há precisamente 40 anos, ao oitavo dia. Temos quatro textos sobre o artista: Nicolau Santos, Rui Gustavo, Nicolau Pais e João Cândido da Silva explicam o que apreciam, o que toleram e o que não suportam.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Desfile de vedetas

Saiba tudo sobre os modelos concorrentes ao Carro do Ano 2015/Troféu Essilor Volante de Cristal. Conheça o essencial sobre os 20 automóveis participantes nesta iniciativa, da estética, às características técnicas, do preço ao consumo. A apresentação ficará completa no dia 3 de janeiro.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Desacelerámos a realidade para observar a euforia da liberdade

Ela, Jacarandá, é algarvia. Ele, Katmandu, é espanhol. São linces e agora experimentam a responsabilidade da liberdade: foram soltos esta terça-feira numa herdade alentejana, próxima de Mértola, eles que saíram de centros de reprodução em cativeiro. Foi inédito: nunca tinha acontecido algo assim em Portugal. Estivemos lá e ensaiámos o slow motion.


Comentários 139 Comentar
ordenar por:
mais votados
Crime contra a Humanidade
Os vencedores escrevem sempre a História à sua maneira e, neste caso, os Estados Unidos e os Aliados "esqueceram-se" dos seus crimes contra a Humanidade, na II Guerra Mundial, que cometeram frequentemente.
A bomba atómica não foi lançada contra instalações militares ou qualquer exército, o que se compreenderia. Não. As bombas foram lançadas contra duas cidade quase exclusivamente habitada por civis e as consequências foram desumanas.
A crueldade americana foi ao ponto de, depois de lançadas as duas bombas, terem proibido os médicos japoneses de tratarem os feridos para que os clínicos americanos militares "estudassem" os efeitos das radiações nucleares sobre os atingidos.
Se fossem os alemães a cometer esta atrocidade seriam enforcados, mas com os vencedores nunca se julgam os seus "criminosos de guerra".
Além de Hiroshima e Nagasaki, também Tóquio, Dresden, Colónia, Hamburgo, Hannover, Frankfurt, etc., foram arrasadas não pela sua importância estratégico-militar mas "apenas" para assassinar e aterrorizar as populações civis.
Os Aliados tiveram um pingo de vergonha no final da II Guerra Mundial quando o responsável por estes holocaustos aéreos, Sir Arthur "Bomber" Harris, foi o único general com funções de alto comando a não ser condecorado.
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
Re: Crime contra a Humanidade
NÃO PODEMOS ESQUECER
Sobretudo quando sabemos que os "polícias" do Mundo usaram essas armas e esses alvos como uma experiencia militar. Primeiro sobre Hiroshima e depois sobre Nagazaki. São estes que agora impuzeram uma guerra de destruição do Iraque, impõem sanções ao Irão, mas protejem Israel com toda a moralidade que lhes está sujacente. Os que condenaram o nazismo e com os Soviéticos "caçaram" todos os cientistas nazis que poderam, um deles o pai dos foguetes e voos espaciais...
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER...SEM DÚVIDA
Re: Outro... mas este foi aldrabado
Re: Outro... mas este foi aldrabado
Re: Outro... mas este foi aldrabado
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER
Re: NÃO PODEMOS ESQUECER
" O mèdo guarda a vinha"
A politica e os politicos estao perdidos, ou o medo ainda guarda a vinha?
Re: Triste...o ser humano é diabolico...
Ná... existiram muitos mais.
Os EUA é o único país no mundo a utilizar essa
bomba de destruição em massa e agora só querem que eles e seus aliados a tenham, mais ninguém. Mas a única solução honesta seria a eliminação total dessas bombas, se realmente existe boa fé de todas as partes...
As corridas
Ideologias à parte: quem chega primeiro quer sempre, pelo menos não perder essa vantagem para os outros. A quem vem atrás não lhe importa a paridade pois isto já é uma vitória sobre os que chegam primeiro.
Se não se trrata-se de um genocídio tragico
a RTP, hoje no Telejornal proporcionou-nos um dos momentos de maior humopr dos últimos tempos. Ouviu-se dizer que "um avião dos EUA "DEIXOU CAIR UMA BOMBA". naquelas cidades. Aukistuxego...
Só faltou dizer que a bomba foi embrulhada em
Curioso...
Para marcar a inauguração da Feira Estadual de Indiana, diversos porcos participaram de uma corrida na cidade de Indianápolis, nos Estados Unidos, na sexta-feira...
Do Pior
Ainda alguém tem dúvidas que os americanos são a pior escória que alguma vez pisou a face da terra ? Nem mesmo a eleição do "bonzinho" do Obama vai limpara a m**** que eles tem feito, aliás, a eleição dele tem como objectivo isso mesmo.
Meu caro TugaPT. As bombas de Obama são iguais
Re: Meu caro TugaPT. As bombas de Obama são iguais
Re: Quem são os bons?
As duas bombas
Ora, as duas bombas foram necessárais, sim! Do ponto de vista militar, naquele momento da guerra, o efeito delas seria de mostrar ao mundo, uma nova potência emergente, a do Tio Sam... Mas, ainda do ponto de vista militar, era certo que a reação nipônica seria férrea, nada fácil. No Brasil, os nipônicos e os descendentes, formaram milícias que executaram muitos japoneses, que apenas aceitaram como verdade a rendição. Foi preciso que os agentes do serviço secreto brasileiro da época, agissem apressadamente, para evitar uma revolta em toda a colônia, quando a polícia de São Paulo, colocou mais de um milhar de homens atrás das grades. Mesmo na cadeia, não acreditavam na derrota e muitos, até hoje, consideram tudo uma fraude. Ademais, Hiroito só ficou vivo, primeiro pelo fato de pedir por sua vida e, depois, uma condição - a única - de a rendição ser aceita pelo exército imperial, se ele permanecesse como tronco central do poder, no após guerra. Hiroito nunca foi enganado por seu "staff", sempre nutriu profundo asco pelos não-japoneses e, em especial, pela Ásia formada por homens de segunda classe. É a verdade. Os americanos aceitaram esse tipo de rendição, diante da conveniência. Os russos lamentaram.
Bomba de Hiroxima
Só agora venho comentar este horrendo crime, que fez escorecer a vitoria dos Aliados. Eu sei que a guerra é algo de horroroso, mas também sei que não há nenhum crime que justifique outro. Se os Nazis queimaram milhares de seres humanos nos fornos crematorios,este não é um acto menos digno da nossa repulsa. Ai dos vencidos, alguém disse um dia. O que não se diria se o vencedor tivesse sido o vencido. Se algo se pode tirar de positivo de tão horrendo acto, é que até à presente não voltou a ser utilizada e espero bem que assim continue.
Japoneses
Os Japoneses foram dos povos com pior comportamento durante a WWII. As atrocidades, humilhações, torturas, racismo, escravidão sexual etc apenas foram ofuscadas pelos números e estatísticas dos outros monstros (o Nazi e o Comunista), mas se me perguntassem de quem preferiria ser prisioneiro, os Japoneses viriam no final da lista.

Pior que tudo, e ao contrário dos Alemães, os Japoneses nunca pediram desculpas (e a ideologia Russa que gerou a sua quota de culpa já desapareceu) pelos seus atos.

Infelizmente, e tal como aconteceu com quase todos os povos envolvidos na guerra (EUA a exceção), quem mais sofreu foi o povo.
Enola Gay...
... you should've stay at home, yesterday.

http://www.youtube.com/wa...

(A Humanidade no seu melhor)
"How can i save my little boy...
... from Oppenheimer's deadly toy."

(Sting)
HIROSHIMA - NAGASAKI -
Caros Colegas.

A Morte de Duas Cidades - com Mulheres, Crianças, Idosos, Jovens, todos enfim e porque os EUA sabiam que mais uma vez iriam perder a Guerra - o que é natural nesse País - mostra que a Mayflower soube transportar as "ELITES" inglesas para esse País.
Pretendo dizer com isto que os EUA - que nada possuem como Democracia - vejamos os casos dos negros, Centro Americanos, etc. - têm um comportamento quase identico ao que foi praticado no tempo de Stalin e Hitler ou seja pretenderem ser os únicos no mundo com Saber e os outros Relegados para um plano Inferior.
Se... por um acaso e depois do lançamento das Bombas sobre o Japão tivesse perdido a Guerra, Podem crer que seriam Julgados como Criminosos de Guerra e NUNCA VITORIOSOS.
Sem pretender atenuar a atitude de Hitler, assisti por parte da Alemanha a Indemnizações aos Descendentes dos Judeus que foram Chacinados nos Campos de Extermínio. Pessoalmente tenho conhecimento de dois casos aqui em Portugal e de Amigos meus; pelo menos assumiram.
Mas sobre acabar com as Bombas, acho que não; entendo que todos deviam possuir Bombas para que pudesse existir um Equilibrio de Forças - aliás verificado durante os tempos da URSS -.
Essas Bombas, evidentemente somente podiam ser detonadas com a anuencia de pessoas idóneas mas NUNCA ESCOLHIDAS PELA ONU A QUAL TEM DEMONSTRADO TENDENCIAS PARA... E NÃO ISENÇÃO.
Iraque? Afganistão? Coreia? etc. como e porquê ? Somente Interesses Bélico/Comerciais.
Cumpirmentos
C.S.R.
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Re: Direito de contraditório
Um mal necessário!
A máquina de guerra japonesa estava já destruída. A guerra estava já mais do que perdida. Era completamente impossível qualquer esperança de reviravolta. Nada justificava a continuação da carnificina. Nada!

Mas o Japão insistia na não rendição. Insistia na loucura da resistência até ao fim, aguardando um qualquer milagre. Insistia na defesa da maldita "honra", no maldito código do "bushido". Insistia, enfim, na continuação da mortandade sem sentido!...

Que fazer? Invadir as principais ilhas, Honshu, Kyushu, etc??? A que custo???

Claro que também serviu para intimidar e tentar conter a cada vez maior e mais ambiciosa fome imperialista de Estaline, mas havia outra hipótese para abreviar o fim do pesadelo??? Não me parece...

Aos que acham que sim, que havia outro caminho, gostava de ler as suas soluções. Talvez rezar para que Tojo tivesse um ataque de bom senso, era??? Uma velinha para que cessassem os "Kamikaze" e pusessem cravos vermelhos na ponta das armas à beira das prais do Japão???

Opções válidas, ou silêncio!...
Re: Um mal necessário!
De aperitivo:
Re: De aperitivo:
A História Universal tem destas coisas...
Re: A História Universal tem destas coisas...
1945 ou como se joga no tabuleiro do poder global
Re: 1945 ou como se joga no tabuleiro do poder glo
"URSS foi o resultado de uma série de condições"?
Re:
discutir sério? ...a sério? LoL
Re: Imperialismos
Re: Imperialismos
Anarquista!?!?! tudo a comer no chão? ROFL
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: De aperitivo:
Re: OOPS!
Re: OOPS!
Re: OOPS!
Re: Imperilaismo Soviético
Re: Imperilaismo Soviético
Re: Imperilaismo Soviético
Re: Imperialismo Soviético
Re: Um mal necessário!
Re: Um mal necessário!
Comentários 139 Comentar

Últimas

Ver mais
Receba a nova Newsletter
Ver Exemplo

Pub