25 de abril de 2014 às 2:49
Página Inicial  ⁄  Economia  ⁄  Carros  ⁄  BMW: silêncio elétrico no série 5 híbrido

BMW: silêncio elétrico no série 5 híbrido

O ActiveHybrid 5 usa a motorização mista gasolina-elétrico lançada pela BMW no série 7. Arranca e circula em modo elétrico a baixa velocidade e, até 160 km/hora, desliga o motor a combustão para economizar. No entanto, dá 250 km/hora
Texto de J. F. Palma Ferreira e vídeo de Fernando Pereira

A BMW provou que consegue produzir automóveis híbridos eficientes, com alto desempenho, recorrendo a soluções que reduzem os consumos e as emissões poluentes. A berlina ActiveHybrid 5 que agora foi lançada no mercado concretiza um projeto que a BMW apresentou há já dois anos, no Salão Automóvel de Genebra de 2010. O seu "senão" é mesmo o preço, apesar do benefício fiscal que lhe é atribuído (reduz o seu valor de venda em menos 4863 euros).


O Active Hybrid 5 combina o motor TwinPower Turbo a gasolina, de seis cilindros e 3,0 litros de cilindrada com um motor elétrico, disponibilizando uma potência total de 340 cavalos.


Uma das virtudes desta solução híbrida pode ser notada em circulação urbana, onde, até aos 60 km/hora, o ActiveHybrid 5 pode circular exclusivamente em modo elétrico - eventualmente durante um percurso de quatro quilómetros a uma velocidade média de 35 km/hora.


Para quem tem preocupações ambientais, a condução deste BMW pode ser levada ao extremo, reduzindo consideravelmente o consumo, incluindo os troços de viagens com circulação no limite da velocidade legal, em que o simples alívio do acelerador permite que este modelo desligue momentaneamente o funcionamento do motor a combustão, o que anula o consumo instantâneo e as emissões de CO2.


No extremo oposto, este série 5 permite conjugar o funcionamento do seu motor de seis cilindros com o motor elétrico, fornecendo ao condutor uma potência máxima conjugada de 340 cavalos.


Neste caso, a aceleração é forte - faz 0 aos 100 km/h em 5,9 segundos - mas os consumos serão penalizados, ultrapassando facilmente os 11 litros aos 100km.


Comentários 6 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
Mania com o CO2
Esta constante referência ao dióxido de carbono, como sendo objetivo a ter sempre debaixo de olho, é completamente idiota. O carro quando vai com o motor de combustão desligado não emite CO2, diz o artigo. Então como foi produzida a electricidade? Depois, sobre o carro com aquele motor, duvido consiga os consumos anunciados. O motor elétrico deve ser mesmo só para o para arranca, o que já não é mau.
Re: Mania com o CO2 Ver comentário
Re: Mania com o CO2 Ver comentário
BMW ActiveHybrid 5 Ver comentário
Re: BMW ActiveHybrid 5 Ver comentário
Que estupidez de carro
Não consigo perceber o que raio é que os tipos da BMW pensaram quando fizeram este carro. Se o objectivo deste hibrido é a economia de combustível, nào me parece que quem gasta 76.000 euros num carro esteja muito preocupado com o preco da gasolina. E querem poupar combustivel, porque é que não fizeram com o Diesel que gasta metade? Se o objectivo é poluir menos, porque nào pôr um motor com menos cilindrada? Mais interessante, mais de 30% da bagageira desaparece para as baterias.
De certeza que vão vender muitos, sobretudo em Portugal. Quando é que conduzimos sempre abaixo de 30 km/h?
Quanto ao jornalista, os automoveis com motor a combustao, desde que tenha a norma 4, não tem problemas absolutamente nenhuns em cidade nenhuma na europa.
Parece-me que foi mais um pretexto para conduzir um BMW pois esta noticia não tem relevancia nenhuma...
PUB
Expresso nas Redes
Pub