Siga-nos

Perfil

Expresso

Solução para o Problema da Semana “Querida mãe...”

  • 333

Na semana passada apresentámos um problema de criptografia. Alguém escreveu esta mensagem:

Querida mãe,

a avó deu-me um computador antigo, é um computador velho do tio. Foi fácil ligá-lo à internet para te enviar um e-mail. Contudo, tenho um problema, quando carrego na tecla s svpmyrvr sçhp rduydzkq, q utbadgq hpbd dndypdgq.

Mtplpzkqf,
Nfuwsqxf

O objectivo era decifrar a última parte e descobrir quem enviou a mensagem.

Uma boa estratégia para começar é tentar entender o que se passa na penúltima palavra: “Mtplpzkqf”. Pela sua posição e contando o número de letras, conjeturamos que deve ser “Beijinhos”. Este é um dos métodos básicos em criptoanálise, a arte de descodificar mensagens cifradas - tentar começar por palavras em que temos uma boa ideia do que significam. De seguida percebemos que cada letra de “beijinhos” foi substituída pela letra que está duas posições à direita no teclado. Estamos a considerar que o teclado é circular, quando saímos pelas teclas da direita voltamos a entrar pela esquerda. De seguida percebemos que “q utbadgq hpbd dndypdgq” significa “o teclado fica avariado”, a regra é a mesma. Finalmente podemos entender o que se passa: o teclado está de facto avariado e cada vez que se carrega na tecla “s”, todo o teclado é transladado uma tecla para a direita. Desta forma, como “beijinhos” termina com mais um “s”, “Nfuwsqxf” significa Carolina.

Este problema foi uma adaptação de um problema que encontrámos num dos livro de Rob Eastaway sobre uma máquina de escrever. Por lapso, na sexta-feira passada deixámos duas letras “s” no texto e antes do “problema” do teclado se manifestar, na versão acima essa frase foi corrigida.

Na próxima sexta-feira regressamos com novo Problema da Semana. Esperamos por si