Siga-nos

Perfil

Expresso

Blogues

Os britânicos que amam a Europa

Apesar de o continente ainda estar cheio de britânicos bebedores de cerveja, leitores de tablóides e eurofóbicos, sempre atónitos perante os costumes alheios, começa agora a destacar-se uma nova geração, mais em sintonia com outros comportamentos sociais europeus, defende Mary Dejevsky.

Clique para saber tudo o que se passa na Europa

Não há muito tempo, queixava-me daquilo que parecia uma imutável estratificação etária dos interesses de política externa britânica. Havia aqueles que se lembravam da Segunda Guerra Mundial e consideravam como principal ameaça o fascismo, sob as suas várias capas. Havia aqueles que cresceram na sombra mais negra dessa guerra - que se tornaram guerreiros audaciosos e frios, que olhavam para o outro lado do Atlântico e que se agarravam à protecção da NATO.

Depois, vinham aqueles a quem se pode chamar os primeiros europeus - nós, que vimos desfilar diante de dos nossos olhos a liberdade de pelo menos metade do continente, que atravessámos cada vez mais audaciosamente as fronteiras que se desvaneciam.

Até este mês, a hipótese predominante era que a marca de eurocepticismo de David Cameron era uma mais-valia eleitoral e que a tendência do eleitorado britânico ia no mesmo sentido. A posição pró-europeia tradicionalmente descomplexada dos liberais democratas era vista como um risco para o partido e para Nick Clegg.

Até se diziam piadas - não sem um toque de seriedade - sobre o facto de Clegg dominar várias línguas, a sua permanência em Bruxelas, o seu estilo um tanto continental, a mãe neerlandesa, o pai meio russo, a mulher espanhola e os nomes espanhóis dos filhos poderem ser considerados negativos pelos eleitores britânicos mais provincianos.

Falta ver como se vai ele sair. Mas penso que o estilo descontraído e sem marca de classe de Clegg está em sintonia com um Reino Unido - pelo menos com um Reino Unido urbano - que se tornou mais informal e internacional, identificável como europeu até, ao longo dos últimos 20 anos.