Siga-nos

Perfil

Expresso

Generais brasileiros assumem o golpe

Em Estados democráticos de direito os miliares obedecem aos políticos e nada dizem sobre a justiça. No Brasil, os militares dão ordens à justiça e esta decide o futuro da política. Todos sabíamos que isto era um processo político, mas com as armas apontadas à cabeça dos juízes fica tudo mais claro

Tenho acompanhado, em todos os momentos, o golpe político em curso no Brasil. Do impeachment de Dilma Rousseff (AQUI, AQUI e AQUI) ao grotesco processo contra Lula da Silva (AQUI e AQUI), passando pela perversidade política de processos como o Lava-Jato (AQUI e AQUI) e pelo clima que está criado no Brasil (AQUI). Para não repetir tudo o que fui escrevendo, e não se conhecendo ao certo a decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o pedido de habeas corpus de Lula da Silva, à hora a que escrevo este texto, concentro-me apenas no comportamento dos militares nas horas antes da decisão ser tomada. Porque ele é o melhor retrato do que está a acontecer.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)