Siga-nos

Perfil

Expresso

A vitória dos que foram derrotados contra os que nem lutaram

  • 333

Tsipras teve, depois do resultado do referendo, uma enorme derrota nas negociações com a Europa. A desilusão é grande mas nem a Grécia está politicamente preparada para a saída do euro nem quer regressar às mãos do PASOK e da Nova Democracia. A vitória do Syriza é a vitória dos que foram derrotados contra os que nem lutaram. Ela não deixa de ser a melhor notícia que a esquerda que quer mudar o rumo da Europa ainda poderia ambicionar naquelas paragens. Quem queira fazer esta luta terá um interlocutor noutro país. É mais do que Tsipras teve

Até ao dia das eleições as sondagens davam, na Grécia, um empate técnico entre o Syriza e a Nova Democracia. E muitos analistas estrangeiros foram tirando as devidas conclusões deste suposto resultado. Até por cá, na campanha, a provável derrota do Syriza mereceu honras de debate nacional. No dia das eleições, mais uma vez, descobriu-se que as sondagens não votam. E, em quase todos os países, do Reino Unido a Portugal, passando pela Grécia ou Espanha, com eleitorados cada vez mais desencantados e flutuantes, falham quase sempre.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI