Siga-nos

Perfil

Expresso

O lado obscuro da elite que nos governa

  • 333

Sempre disse e direi que é preciso viver em disciplina financeira e fazer austeridade, depois dos excessos cometidos, para voltar a garantir as funções essenciais do Estado a começar pela ajuda aos mais pobres.

Não posso calar os vários sinais de promiscuidade entre política e negócios, interesses obscuros, amizades altamente lucrativas e contratos suspeitos que têm sido relacionados também com elementos ligados à atual maioria. 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI