Siga-nos

Perfil

Expresso

A Grécia no beco europeu

  • 333

A irresponsabilidade dos Estados que querem que a Grécia sirva de vacina para os restantes povos rebeldes, associada à incapacidade política do Frankenstein em que se transformou a União, está a levar as negociações para um abismo. O que a Europa propõe à Grécia é que escolha entre a morte lenta, através da continuação de medidas que já provaram não funcionar, transformam num país inviável e impedem a sobrevivência de qualquer governo, ou a ruptura com a União e com o euro. Infelizmente não posso dizer que os poderes europeus serão responsabilizados pelas consequências da sua teimosia. Eles não dependem do voto. E talvez isso explique porque que estamos no estado em que estamos

Quando se quer muito determinada coisa é difícil que os factos nos convençam do contrário. E há quem queira muito que a Grécia tenha um de dois destinos: ou a ruptura ou a capitulação. E querem que isso aconteça de tal forma que fique provada a irresponsabilidade das compromissos de Alexis Tsipras com o seu povo. É por isso fundamental passar a ideia que, nas negociações em curso, os gregos estão a ser pouco razoável.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI