Siga-nos

Perfil

Expresso

O universo sonoro de Umebayashi

  • 333

Paralelamente às filmagens existe todo um processo de produção que a maioria desconhece. No “O Sentido da Vida”, um dos processos mais complexos - tendo em conta a diferença cultural de cada um dos personagens -, é o universo musical e sonoro

Tendo em conta os diferentes e tão díspares retratos que o filme deve comportar, optámos por convidar o compositor Umebayashi para fazer a banda sonora geral do filme bem como sete outros músicos provenientes dos países de origem de cada um dos personagens. Shigeru Umebayashi é um compositor japonês, autor da música do diário de rodagem “O Nepal o teto do mundo”. Na sua juventude foi líder da banda de rock New Wave e compôs mais de 40 bandas sonoras para cinema. É um dos mais importantes nomes na cinematografia chinesa e japonesa, sendo sobretudo conhecido no Ocidente pela sua colaboração com o realizador Wong Kar-wai, de “Disponível para Amar” (2001), “2046” (2004) e “My Blueberry Nights” (2007).

Nos próximos dias iremos partilhar com o leitor o esboço (ainda em construção) de alguns temas realizados pelos nossos outros compositores convidados. Como a parceria de Márcia, DeadCombo e Camané para interpretaram o tema “Contabilidade” de Valter Hugo Mãe. Ou uma adaptação para japonês do fado imortalizado por Amália Rodrigues “O Barco Negro”, cantado pela fadista japonesa Kumico Tsumori. E ainda “Eu falei que isso ia dar merda” de Cris Nicoltti, que será o tema de abertura do filme.

Depois disso encerraremos temporariamente este blogue até que Giovane Brisotto recupere da cirurgia do transplante e possamos terminar o resto da viagem desde os Estados Unidos até ao Polo Sul.

  • "O Sentido da Vida" é o nome do novo filme de Miguel Gonçalves Mendes ("José e Pilar") e também o que se procura entender com esta viagem de volta do mundo, cujo diário de bordo pretende ser este blogue. Um registo dos relatos, impressões e experiências vividas em cada uma das paragens desta aventura que teve início em Lisboa e irá terminar no Polo Sul.