Siga-nos

Perfil

Expresso

Pequim é abrir os olhos e nunca ver o céu

  • 333

Passado um mês de internamento, consequência de uma grave infeção, Giovane tem alta do hospital e a viagem é retomada. A produção do filme opta por deixar o Nepal e seguir direto, de avião, até Pequim, quebrando pela primeira vez a única regra sagrada do filme: a rota ser exclusivamente realizada por terra e mar sem recurso a aviões.

Por razões de saúde, dois meses da viagem de Giovane são cortados durante a produção do filme. O jovem já não visitará o Camboja, o Laos e o Vietname. O roteiro não seguirá o que estava planeado e toda a equipa se sente fracassada.

Na China, a miséria e o esplendor de um, também gigante econômico, recordam a Giovane mais uma vez o Brasil, os seus compatriotas e a sua posição hipercrítica em relação ao seu próprio país. Será realmente este tipo de desenvolvimento que o Brasil deseja? Que importa uma economia veloz e em crescimento se a sua população vive uma situação próxima da escravatura.

Em Macau estranha poder existir no mundo uma cidade assim: uma espécie de “Las Vegas” asiática, mas, no caso, com recriações de igrejas e calçada portuguesa. Ao cruzar a praça central da cidade - O Leal Senado - reconhece nela o centro do Rio de Janeiro. Saberá que esta terra foi entregue a Portugal, mas que os portugueses nunca ali mandaram de facto. Que mais uma vez as aparências iludem. Que de cada vez que os chineses queriam que os portugueses obedecessem a alguma ordem, simplesmente fechavam a fronteira, a chamada “Porta do Cerco”, para que não entrasse comida. E que talvez por isso tenha nascido da língua portuguesa a palavra mandarim, "aquele que manda", a qual se tornou de uso universal.

No decurso da viagem até à costa onde irá apanhar um barco para chegar ao Japão fará uma rápida paragem numa cidade que é uma réplica de Paris, construída para 60 mil pessoas, e onde apenas residem 1000 habitantes. Uma “Paris” fantasma com a icónica torre Eiffel, cuja base de implantação se tornou agora local de agricultura.

Durante a viagem aprenderá também que o navegador chinês Zheng He, ao mesmo tempo que os portugueses tentavam chegar ao oriente, tentava chegar ao ocidente , tendo alcançado, acredita-se, a costa de Moçambique.

Reza a lenda que o imperador proibiu então qualquer viagem de exploração futura e contato com povos longínquos por temer a contaminação e adulteração da cultura chinesa. Giovane fica imaginando que mundo seria o de hoje se Zheng He tivesse atingido o seu propósito.

Pedro e Miguel em Pequim, China
1 / 23

Pedro e Miguel em Pequim, China

Giovane em frente da porta de Zhengyangmen a sul da Praça de Tiananmen, Pequim, China
2 / 23

Giovane em frente da porta de Zhengyangmen a sul da Praça de Tiananmen, Pequim, China

Miguel e Pedro na rua em Pequim
3 / 23

Miguel e Pedro na rua em Pequim

Giovane tira uma foto em frente à cidade proibida
4 / 23

Giovane tira uma foto em frente à cidade proibida

A Grande Muralha da China
5 / 23

A Grande Muralha da China

Giovane na escadaria da Muralha da China
6 / 23

Giovane na escadaria da Muralha da China

Miguel (à esquerda), Pedro (ao centro) e Victor filmam em frente à entrada da Muralha da China
7 / 23

Miguel (à esquerda), Pedro (ao centro) e Victor filmam em frente à entrada da Muralha da China

Equipa tira foto na Muralha da China. Da esquerda para a direita: Giovane Brisotto, nosso herói, Daiane Brisotto, irmã de Giovane, Francisco (o produtor local), Pedro Souza, Miguel Mendes, Victor Rocha e Daniel Favaretto
8 / 23

Equipa tira foto na Muralha da China. Da esquerda para a direita: Giovane Brisotto, nosso herói, Daiane Brisotto, irmã de Giovane, Francisco (o produtor local), Pedro Souza, Miguel Mendes, Victor Rocha e Daniel Favaretto

Giovane no ferryboat a caminho de Macau
9 / 23

Giovane no ferryboat a caminho de Macau

Os casinos de Macau
10 / 23

Os casinos de Macau

Giovane na Praça Camões em Macau
11 / 23

Giovane na Praça Camões em Macau

Giovane desce uma das ruas de Macau de nome português que nos faz lembrar Portugal e Brasil
12 / 23

Giovane desce uma das ruas de Macau de nome português que nos faz lembrar Portugal e Brasil

Ruínas de São Paulo, Macau
13 / 23

Ruínas de São Paulo, Macau

Praça do Leal Senado, centro de Macau
14 / 23

Praça do Leal Senado, centro de Macau

Uma parte da equipe tira foto no Largo da Sé. Da esquerda para a Direita: Miguel, Giovane, Pedro e logo em cima, Victor
15 / 23

Uma parte da equipe tira foto no Largo da Sé. Da esquerda para a Direita: Miguel, Giovane, Pedro e logo em cima, Victor

Equipa filma no farol português com vista para a cidade. Da esquerda para direita: Miguel, Pedro e Giovane
16 / 23

Equipa filma no farol português com vista para a cidade. Da esquerda para direita: Miguel, Pedro e Giovane

Pedro e Miguel filmam o aquário do MGM Grand Macau, hotel que nos apoiou na cidade
17 / 23

Pedro e Miguel filmam o aquário do MGM Grand Macau, hotel que nos apoiou na cidade

Do outro lado do aquário, Giovane a ser filmado
18 / 23

Do outro lado do aquário, Giovane a ser filmado

Equipa filma na "Cidade Francesa Chinesa". Da esquerda para a direita: Daniel, Miguel, Pedro e Giovane
19 / 23

Equipa filma na "Cidade Francesa Chinesa". Da esquerda para a direita: Daniel, Miguel, Pedro e Giovane

Giovane tirando uma selfie com a Torre Eiffel chinesa
20 / 23

Giovane tirando uma selfie com a Torre Eiffel chinesa

Giovane e a Torre Eiffel Chinesa
21 / 23

Giovane e a Torre Eiffel Chinesa

Pedro montando o Drone em Shanghai com curiosos em seu redor
22 / 23

Pedro montando o Drone em Shanghai com curiosos em seu redor

Giovane e Miguel a filmar a vista de Shanghai
23 / 23

Giovane e Miguel a filmar a vista de Shanghai

Paragens
40 Pequim
41 Hong Kong
42 Macau
43 Tianducheng
44 Xangai

km percorridos 29.550
km a percorrer 27.196
Dias de Filmagens 132
Dias para o término da viagem 74

  • "O Sentido da Vida" é o nome do novo filme de Miguel Gonçalves Mendes ("José e Pilar") e também o que se procura entender com esta viagem de volta do mundo, cujo diário de bordo pretende ser este blogue. Um registo dos relatos, impressões e experiências vividas em cada uma das paragens desta aventura que teve início em Lisboa e irá terminar no Polo Sul.