Siga-nos

Perfil

Expresso

Fictiongram

ri-te comigo

  • 333

A mãe encarou o miúdo e pensou que ter um metro e setenta era apenas uma injustiça da biologia, do crescimento, da vidinha. Para ela, o filho seria sempre mínimo, sempre possível de ser rebolado na relva para lhe dizer num sussurro

 

Ri-te comigo.

 

Com o tempo, a possibilidade de fazer macacadas com o miúdo foi substituída pela conversa séria, pela preocupação dele face ao futuro, esse país lá longe. Ela bem tentava e, por vezes, ainda se ouvia dizer

 

Ri-te comigo.

 

Ele respondia:

 

Ó, mãe...