Siga-nos

Perfil

Expresso

Fictiongram

duende

Dentro da árvore cabe o mundo: bolas, enfeites comprados há muitos anos, duendes que sobraram de uma brincadeira, cartões e peluches. A árvore guarda tudo com carinho e, orgulhosa, exibe-se na sala a reclamar atenção. As luzes aproximam-se perigosamente do duende. Ele não se queixa, mas o miúdo repara e, com tanto cuidado, com as mãos pequenas, pega no boneco e muda-o de lugar.

 

Pronto, aqui estás muito melhor.