Siga-nos

Perfil

Expresso

Dos parvos não reza a história

  • 333

Paulo quase que parece recolhido, como se fosse uma criança, no sofá imenso. Tem muito para dizer, tem ainda queixas e depois pedidos, mas é difícil, muito difícil, falar, ele foi construído para ser bom ouvinte, era a intenção do escritor, servia à história e, só por isso, sente-se impedido a dizer coisas inteligentes. Começa a frase como a maioria dos portugueses começa as frases:

“Não, quer dizer, sim...”

“Não o quê, perguntam vocês? Não faço ideia, mais uma vez.”

(Fictiongram é uma ficção iniciada no Expresso Diário no dia 1 de Julho de 2015)