Siga-nos

Perfil

Expresso

Uma ova

  • 333

Carmen conduziu com destreza, sempre na mesma velocidade, entre os 120 e os 140 km por hora, sem olhar uma única vez para Paulo. Estava concentrada, era de noite, o trânsito era algum, muitas camionetas, camiões de carga. Ela suspirou baixinho e disse: “Odeio andar atrás de camiões destes.”

Ultrapassou e Paulo considerou se seria a abertura ideal para conversar.

“Estás bem?”

“Acho tão estúpido perguntar se uma pessoa está bem. Bem? Uma ova.”

Paulo percebeu que o cansaço falava por ela. Também estava treinado para despistar aquele tipo de sinal e, por isso, seguiu a técnica. “Porque?”

“Porque nunca ninguém está bem.

(Fictiongram é uma ficção iniciada no Expresso Diário no dia 1 de Julho de 2015)