Siga-nos

Perfil

Expresso

Onde Carmen se esconde num casulo de fruta

  • 333

A cabeça estava entornada com álcool. Queria fumar cigarros, ela que não fumava, queria falar mais sobre as maldades da mãe, a sua coleção de anéis comprados a prestações, sobre as piroseiras do irmão que continuava a levar mulheres para dormir na casa de Coimbra como se a casa da avó, agora fechada, fosse uma pensão. Estava disposta a despir-se para aquele Paulo tão sério e engravatado, tão profissional, tão pouco bebido.