Siga-nos

Perfil

Expresso

Fictiongram

Onde a imaginação é um truque

  • 333

Paulo beijou Carmen numa única face, um gesto que Jaime sabia que a irritava; Carmen era o tipo de mulher que fora educada no sentido de dar dois beijos. Mesmo que para o ar. Paulo disse qualquer coisa. Jaime imaginou o diálogo impossível:

“Carmen. Que bom ver-te. ”

“Olá, Paulo. Como estás?”

“Viste o meu irmão?”

“Não, não vi.”

Carmen a olhá-lo, como alguém especial, alguém com poderes reais, o olhar a queimar-lhe a pele e Jaime a abandonar a festa.