Siga-nos

Perfil

Expresso

Onde a mãe é motivo de discórdia

  • 333

Tinham trocado palavras desagradáveis. Nenhum se lembrava porquê, do início de tudo. Era um jantar normal, o das quartas-feiras, Jaime parecia recuperar da separação de Carmen. Paulo estava ocupado com um seminário que daria em formação para o luto em famílias com doentes oncológicos. Não tinham falado muito e, de repente, estavam a trocar aquelas palavras.

“A mãe não é um problema.”

“Estás a brincar, Paulo?”

“A mãe sempre foi assim.”

“Tu não estás a perceber, a mãe não se lembra da maioria das coisas.”

“Isso é cansaço.”

“Paulo, não é cansaço.”

“Caramba, pára com isso. A mãe está óptima e não entendo a tua preocupação, nunca a vais ver, não queres saber, eu trato de tudo.”

Jaime levantou-se sem ruído e, ofendido, saiu do restaurante. Nunca se tinham chateado antes. Os irmãos.