Siga-nos

Perfil

Expresso

Onde a mãe se tenta organizar

  • 333

Quando Jaime chegou aos dezasseis anos, Laura acabara de fazer trinta e três anos. Mantinha o mesmo emprego há meses. Uma novidade. Gostava de trabalhar no café, era uma estrutura de madeira com vista para o Tejo, uma pequena zona com livros e almoços tardios aos domingos. Laura sorria e bailava entre os pedidos, de mesa em mesa, como se fosse o seu destino dizer coisas como:

“O sumo do dia é maçã e laranja.”

A festa de Jaime foi no café onde a mãe trabalhava. O atual​ marido era dono do estabelecimento e estendeu-lhe a mão.

“Parabéns, miúdo.”