Siga-nos

Perfil

Expresso

Onde um clássico é um clássico

  • 333

A mãe. Paulo convencera-se de ​que Laura era o motivo para o desarranjo emocional de Jaime.

“Estás sempre à procura da mãe.”

“Lá estás tu...”

“Diz-me que não é verdade. Nenhuma mulher te serve. É um clássico.”

“Maldita a hora em que foste estudar psicologia, Paulo, não há pachorra.”

“Desculpa, mas tenho razão. Queres fazer uma lista das tuas namoradas e ver como são todas do mesmo modelo da mãe?”

“Do mesmo modelo?”

“Do mesmo género.”

“Paulo, ficamos por aqui.”

“Assim, a coisa não se dá, Jaime.”