Siga-nos

Perfil

Expresso

Onde o vermelho é sangue, só sangue

  • 333

Agora que já se conseguia ver ao espelho, percebia que a vida podia ser outra coisa. Na cidade, sem se deter nos dramas do trânsito, rotunda, ultrapassagem perigosa, semáforo inesperado, peão fora da passadeira, Jaime percebeu que estava atrasado. Impaciente guinou o volante para a esquerda, subiu a avenida, considerou os dois parques de estacionamento, mas conseguiu um lugar para o automóvel acabado de comprar. Vermelho sangue. Carlota iria gostar.