Siga-nos

Perfil

Expresso

Onde a cara fica cheia de sangue que ninguém vê

  • 333

Sexta estação. Não se pode distrair. Afasta o olhar da mulher, de si, no vidro, encara a ponta das botas e percebe que as calças estão sujas. É a chuva. A chuva como uma zanga do céu que a alcança, aquela força desmesurada, um soco pode atingir a cara. Carmen passa a mão no rosto. Fecha os olhos. Ainda sabes quem eu sou?