Siga-nos

Perfil

Expresso

mãe, a culpa é tua

  • 333

A mãe chama-lhe a metafísica-especulativa-substancial-nervosa-da-criança- oprimida. Nunca lhe disse que se podia sofrer de tal mal até aos cinquenta anos. Na verdade, a mãe não a avisou de muita coisa. Assim, recém divorciada, a tentar equilibrar-se numa sanita de uma discoteca, fazendo todos os esforços para não tocar em nada, a ouvir a música desconhecida aos berros, lê na parede:

Ai que nervos

Conclusão: a culpa é da mãe.