Siga-nos

Perfil

Expresso

A isto também se chama amor

  • 333

Imagina que os nossos corpos desenham uma sombra estranha, longuínqua como num espelho deformado de circo. Não precisamos de dizer muito mais. Estamos lado a lado em total falta de sintonia. Ninguém repara. Nem tu que não olhas para o chão, dizes que tens vertigens. Constato que é assim, que estamos assim e continuo, ao teu lado, a fazer a vida de todos os dias. A isto também se chama amor.