Siga-nos

Perfil

Expresso

Gazeta das Caldas

Presidente da Distrital do PSD de Leiria afastou Telmo Faria da Comissão Política Nacional

O presidente da Comissão Politica Distrital de Leiria do PSD, Fernando Costa, afastou Telmo Faria, presidente da Câmara de Óbidos, da Comissão Politica Nacional, órgão para o qual o líder do partido, Pedro Passos Coelho, terá indicado o seu nome. 

Gazeta das Caldas /Fátima Ferreira

Em contrapartida, o distrito passou a estar representado na Comissão Politica Nacional pela deputada e vereadora caldense Maria da Conceição Pereira, um nome que foi indicado por Fernando Costa.

Sobre este incidente Telmo Faria, eleito para o Conselho Nacional, diz apenas que "uma pessoa que se candidatou à distrital para promover a unidade, na primeira oportunidade que tem para demonstrar essa unidade desperdiçou-a". O autarca obidense critica a atitude de Fernando Costa mas, por outro lado, diz ter ficado "honrado" por saber que foi a primeira escolha do actual presidente do partido no distrito de Leiria.

Na opinião de Telmo Faria, Passos Coelho "quer fazer a unidade, mesmo que hajam presidentes das distritais que resistam a isso".

Versão diferente tem o vereador Hugo Oliveira - contactado pela Gazeta das Caldas na ausência do Presidente da Câmara nos Estados Únicos - e eleito para o Conselho Nacional, juntamente com Miguel Goulão. Considera que Fernando Costa, enquanto presidente da distrital, teria "uma dificuldade muito grande em aceitar o nome de Telmo Faria porque ele fez parte da oposição à Comissão Politica Distrital".

Considera que a oposição devia ter terminado com o dia das eleições, mas depois foi "criado um grupo das pessoas que fizeram parte da lista da oposição e isso já não me parece correcto".

Para Hugo Oliveira esta posição não põe em causa a unidade do partido. "Eles é que não contribuíram para a unidade. Isso era dar alguma força ao que foi a constituição daquele grupo oficialmente quando, no meu entender, a partir do momento em que há eleições há a possibilidade de reunir as pessoas e ter um partido unido", disse.

O também vice-presidente da Comissão Politica do partido nas Caldas mostrou ainda o seu "bairrismo" ao dizer que prefere uma pessoa das Caldas - Maria da Conceição Jardim Pereira - para estar representada naquele órgão.

Hugo Oliveira integrou uma lista para o Conselho Nacional do PSD, encabeçada por Miguel Goulão, que já concorre há 10 congressos. "É uma tradição do partido fazer muitas listas ao conselho nacional, este ano eram 13", conta, adiantando que a lista em que participou é "quase geracional, de todo o pais e foi a segunda mais votada no congresso a seguir à oficial".