Siga-nos

Perfil

Expresso

Gazeta das Caldas

Mais de 200 caricaturas em exposição nas Gaeiras (Óbidos)

Mais de duas centenas de caricaturas de jogadores de futebol, figuras da política nacional e local e outras do jet set, vão estar em exposição a partir de domingo à tarde nos antigos armazéns do vinho das Gaeiras.

Gazeta das Caldas - Fátima Ferreira

Eugeniaturas - As Caricaturas dos Portugueses" intitula a mostra, integrada no IX aniversário da vila das Gaeiras, e que é composta por desenhos, cerâmica e projecção.

"Dentro dos depósitos e cubas do vinho, devidamente iluminados, estarão caricaturas em barro dos melhores caricaturistas da região", conta o presidente da Junta das Gaeiras, Eduardo Silva, referindo-se às participações dos artistas plásticos Paula Clemente, Carlos Enxuto e Constantinos, Fernando Miguel e Liliana Sousa, a quem se juntam o Cencal e a Loja 107.

A exposição está aberta diariamente durante os próximos três meses, encerrando com o Mercado Medieval. Durante a semana estará aberto entre as 14h00 e as 18h00 e aos sábados, domingos e feriados, das 14h00 às 20h00.

A entrada é gratuita até aos 12 anos. Os restantes visitantes pagam um euro, um custo simbólico para ajudar a colmatar as despesas com a mostra, orçada em 3500 euros.

As comemorações de mais um aniversário da vila começam logo de manhã, pelas 8h30, com um passeio Todo-o-Terreno. No Largo do Mercado estará patente uma exposição com cerca de 30 motociclos antigos. "Vamos ter motos muito interessantes, algumas que já não andam na estrada", disse o autarca, destacando que esta é mais uma forma de recuperação do património. O almoço-convívio, com porco no espeto, também se realiza no Largo do Mercado.

"Penso que teremos uma variedade de iniciativas que permite dar resposta a toda a nossa população", afirma Eduardo Silva, que espera que as comemorações atraiam muita gente às Gaeiras.

Esta iniciativa é uma organização conjunta da Junta de Freguesia e da Óbidos Patrimonium.

Junta de freguesia vai editar monografia

A Junta das Gaeiras pretende fazer uma monografia desta freguesia, transpondo para livro toda a história do lugar.

Liderada pelo antropólogo Carlos Baptista, a obra terá uma parte dedicada à recolha das alcunhas dos gaeirenses, tendo já sido recolhidas 140 nomes.

A edição custa cerca de 12 mil euros e a Junta irá agora candidatar o projecto à LeaderOeste no âmbito do Proder que o pode co-financiar até 60%. Para além disso, vão procurar alguns patrocínios que ajudem a custear o montante em falta. Já foram feitos contactos com a Associação Nacional de Farmácias e aguardam por uma resposta. Esta associação é proprietária da Quinta das Janelas, uma das quintas emblemáticas da freguesia.