Siga-nos

Perfil

Expresso

Notícias de Hollywood

Marido número 9 para Elizabeth Taylor?

Será que Elizabeth Taylor vai casar-se outra vez? Ainda ninguém confirmou nada mas, pelo menos, apareceu nesta Primavera o boato mais feliz do ano: a mais romântica, e bela, criatura de Hollywood está outra vez noiva!

Rui Henriques Coimbra, em Los Angeles (www.expresso.pt)

Confirmando de uma vez por todas que Elizabeth Taylor ainda é a grande romântica e amante da sensibilidade masculina, há indícios de que a actriz está pronta para o marido número 9. Foi a revista "US Weekly" quem afirmou que Elizabeth Taylor começou uma nova fase de noivado.

Elizabeth Taylor, que já não aparece no cinema desde Os Flinstones, gosta de manter os seus fãs bem informados, pelo menos os mais de 200 mil que a seguem febrilmente nas novas redes sociais que ela comanda a partir da residência que tem em Bel Air. Quando em Julho de 2009 recebeu outra vez alta do hospital Cedars Sinai, após uma intervenção cirúrgica delicada, disse a toda a gente que se sentia dorida "mas intacta", de acordo com uma mensagem telegráfica que deixou no Twitter.

Se ficar confirmado, o marido número 9 chama-se Jason Winters, um senhor substancialmente mais alto e forte que a actriz, especialmente agora que ela se encontra enferma e sempre muito limitada pelo uso de uma cadeira de rodas. Jason Winters também é substancialmente mais novo que aquela actriz veterana. Os relatórios menos sentimentais têm sublinhado o facto de ela ter 78 anos e ele 49.

De assistente pessoal a noivo...

Jason Winters começou a trabalhar como assistente pessoal da actriz. Há três anos que têm aparecido juntos nas cerimónias que envolvem tapete vermelho, poucas, porque ela não tem saúde para grandes diatribes sociais. Foi nessas ocasiões, escassas, que Liz Taylor lhe deu a mão.

O gesto tinha sido interpretado até agora como apoio físico, compreensível numa senhora que havia chegado a uma fase da vida em que o ombro em que se chora também tem de ser guarda-costas. Mas, se a última informação vinda a público está correcta, de cada vez que ela lhe deu a mão no tapete vermelho, o que ela estava realmente a fazer era a apresentar ao mundo o seu novo grande amor.



Hollywood tem andado nas núvens com a possibilidade de uma nova renascença que devolva Elizabeth Taylor ao estrelato. Lançada para a fama no Natal americano de 1944, quando a América estava a sangrar em duas guerras transoceânicas e o público só queria ir ao cinema ver histórias felizes que acabassem numa vitória, Elizabeth Taylor, aos 12 anos, vingou nos cinemas com o filme "National Velvet", em que faz de miúda que treina um cavalo de maneira a poder ganhar um prémio.

A sua abundância emocional, conjugada idealmente com uma beleza que durante décadas nunca deixou de reunir admiradores, fizeram dela, instantaneamente, uma estrela de cinema.

Oito maridos na lista

Daí para a frente - além dos oito maridos que desposou ao longo de muitos episódios boémios que lhe deram a fama de vendaval sexual, que nem ela mesma conseguia controlar - Elizabeth Taylor deu ao cinema alguns dos trabalhos mais elevados da arte dramática tal como Hollywood a faz para o ecrã popular. Profissionalmente invejada (a alcunha dela em Hollywood era One Shot Liz, porque conseguia fazer a cena toda na perfeição logo ao primeiro take), Elizabeth Taylor também é dona de um perfil que até lhe colocou aos pés, além do milhão de dólares em salário, a rainha deusa Cleópatra numa superprodução que os estúdios de Los Angeles nunca tinham visto antes.



Jason Winters não tem sido apenas visto ao lado da actriz nos momentos raros em que ela re-emerge da sua mansão. O seu sucesso comercial é visível. Como dono de uma companhia de gestão artística, a Sterling Winters Management, já teve oprtunidade de guiar a carreira de celebridades conceituadas, caso de Janet Jackson.



Numa confissão captada por Liz Smith, cuja prosa colunista diária traz notícias sobre as vedetas, Elizabeth Taylor refere que "Jason Winters é um dos homens mais maravilhosos que já tive o prazer de conhecer. É por isso que o adoro". Isto já em 2007.

Desde então têm-se mantidos inseparáveis. Sobretudo quando viajam para locais paradisíacos. "Ele comprou-nos há dias uma casa absolutamente linda no Havai. Vamos lá passar umas temporadas sempre que nos é possível", acrescentou Dame Elizabeth com uma notória alegria na voz.

A actriz divorciou-se do último marido, Larry Fortensky, em 1996.