Siga-nos

Perfil

Expresso

Eles andam aí!

Raquel Albuquerque (www.expresso.pt)

Doc Martens? Adoro!

Se o estilo é uma mistura de tudo, no caso de Carlota Agulheiro há duas certezas: o gosto por amarelo e pelas históricas botas Doc Martens.

Os anos 40, 50 e 80 são as suas grandes influências. De três décadas de estilos resultaria inevitavelmente um estilo que define como uma "mistura de tudo".

Sem regras mas com algumas certezas. "Gosto imenso de amarelo", afirma. É visível pela cor das collants, do lenço e das históricas e envernizadas botas Doc Martens (Dr. Martens), também amarelas. O porquê das Doc Martens? "Adoro-as!", justifica.

Carlota Agulheiro, estudante de Design de Moda em Lisboa, aponta os lenços como uma peça essencial. Frequentemente usa-os na cabeça. "Uso sempre muitos lenços e adoro lenços rockabillies". Para além das botas e dos lenços, usava ainda uns calções e um casaco, "comprado na H&M".

Aos 16 anos, assistia aos desfiles na ModaLisboa, "como de costume", tendo-se sempre destacado na assistência. Filipe Faísca é o estilista que prefere, pela sua excentricidade. E essa é também a característica que mais gosta em si mesma.

Dr. Martens (ou Doc Martens)

A Dr. Martens celebra este ano o seu 50º aniversário. A 1 de Abril de 1960 surgiam as primeiras botas no Reino Unido, embora tivessem sido desenvolvidas na Alemanha, desde o fim da II Guerra Mundial (1945) por um médico do Exército (Klaus Märtens). O 50º aniversário está a ser comemorado através de várias iniciativas, envolvendo dez artistas e dez realizadores convidados pela Doc Martens. Os Buraka Som Sistema estão entre os artistas escolhidos.