Siga-nos

Perfil

Expresso

A vida de saltos altos

Vestir cães é coisa de dondocas

Não tenho nada contra dondocas que pouco ou nada fazem da vida. Mas tenho tudo contra a humilhação canina conseguida pelas suas donas ladies. (Contém vídeo)

Ana Areal (sapato nº37) (www. expresso.pt)

Chega a ser bizarro o que algumas ladies acreditam ser perfeitamente normal, como, por exemplo, vestir os seus amiguinhos de quatro patas como se fossem autênticos palhacinhos de circo. 

Elas acreditam que isto é bonito, elegante e, sobretudo, bem visto aos olhos de quem passa.

Agem por vezes como se dos seus filhos se tratassem.

Cães de havaianas?!

O mercado da moda canina arrancou há mais de 10 anos nos Estados Unidos da América e só agora é que começa a dar os primeiros passos em Portugal, onde dois milhões de casas têm animais de estimação.

Cidades como Miami, Los Angeles, Tóquio, Rio de Janeiro e São Paulo são bem exemplos de onde nos podemos cruzar diariamente com esta tendência, no mínimo, caricata.

A última moda canina que vi recentemente em São Paulo, precisamente na avenida Óscar Freire, foi um cão a ser passeado de havaianas. Sim, leram bem, havaianas de meter o dedo (neste caso o dedito da patinha). A minha reacção imedata foi tirar o telemóvel para fotografar e os meus caros leitores poderem acreditar no que escrevo. No entanto, manda a prudência que evite passear com o telemóvel por algumas ruas brasileiras, ainda que seja nas avenidas mais chiques.

O certo é que aí assiste-se por vezes a uma verdadeira passagem de modelos canina. Ou as pet sitter desfilam com muitos cães ao mesmo tempo, ou as tais dondocas - exageradamente vestidas com chanel dos pés à cabeça (mais palhaças do que os seus subditos caninos) -, exibem as mascotes de quatro patas.

Paris Hilton e Hollywood tinham de estar na conversa

Pior do que isto é o facto de celebridades como Paris Hilton alimentarem religiosamente esta tendência.

A herdeira da cadeia dos hotéis Hilton até já criou uma linha de roupa canina que se chama "little Lily" (Lily é o nome da sua cadela de estimação que a acompanha para todo o lado).

Fatos Armani, Gucci e Chanel para cães são só um pequeno exemplo do que se encontra numa loja de luxo canina em Los Angeles. Atentado à pobreza ou tendência de luxo apreciada? É caso para concluir:

Este mundo está realmente perdido.

http://www.littlelily.com