Siga-nos

Perfil

Expresso

A vida de saltos altos

Tirei a roupa... e gostei!

Paula Cosme Pinto (sapato nº37)

Quando dei conta já estava: Tinha tirado a roupa toda (incluindo os saltos altos). O que não estava no meu plano era acabar a cumprimentar inesperados colegas de trabalho completamente nua...

Tudo aconteceu enquanto fazia a cobertura do III Encontro Ibérico de Naturismo. Sempre achei que um bom jornalista deve experimentar tudo (desde que não seja nocivo, obviamente) e tirar a roupa já fazia parte dos meus planos. Fi-lo ao fim de pouco tempo e, surpresa das surpresas, não me senti nada desconfortável... Se bem que fazer entrevistas com dois "faróis" completamente brancos a apontar para os meus entrevistados não deixa de ser uma imagem que ainda me dá vontade de rir.

Enquanto saltava descontraidamente na piscina, em alegre confraternização no mundo naturista, alguém me diz: "Estão ali os seus colegas da SIC". Com o meu melhor sorriso amarelo, pensei literalmente "Tou f...".

Dizem as regras da boa educação que se devem cumprimentar os colegas e eu confesso que também não queria dar parte fraca. "És uma mulher ou és um rato?" Ouvia eu na minha cabeça. Naquele momento, olhando para o meu corpo despido, só me ocorria uma resposta um bocado brejeira a esta pergunta e que me recuso a escrever aqui.... Mas com o rabo e peito mais brancos de todo o parque, lá fui. Não houve beijinhos e a conversa foi rápida... Acho que eles - vestidos - se sentiram mais constrangidos que eu. Afinal, a vantagem era minha: estava em plena investigação!