Siga-nos

Perfil

Expresso

A vida de saltos altos

Casamento engorda, paixão emagrece...

É senso comum dizer que o casamento engorda e a paixão emagrece. Mas será verdade? Um estudo indica que sim.

Liliana Coelho (sapato nº 37) (www.expresso.pt)

Desde crianças que ouvimos dizer que o amor é complicado. O verdadeiro culpado pelo estado de loucura, dores de cabeça e perda de apetite... que nos leva muitas vezes a emagrecer. Contrariamente, diz-se que o casamento engorda e o certo é que todos os meus amigos que já deram o nó se queixam do mesmo. Em poucos meses, garantem ter ganho alguns quilos a mais e provado isso na balança. Será verdade ou mito? De acordo com alguns estudos há mesmo fundo de verdade na teoria. Uma pesquisa do "The American Journal of Preventive Medicine" conclui que homens e mulheres engordam depois do matrimónio, uma vez que estão mais relaxados e querem conquistar o parceiro pelo estomâgo. Além disso, cultivam mais o lado social, recebendo mais pessoas em casa, mas saindo menos. Se é verdade que o atum é o melhor amigo do solteiro, depois do nó apostam-se mais nas refeições familiares, que passam muitas vezes por fast food.

Metabolismo feminino não ajuda...

No entanto, são mesmo as mulheres que engordam mais, porque o metabolismo feminino é mais lento a queimar gorduras. A investigação, dirigida por Annete J.Dobson, professora de Bioestatística na Universidade de Queensland na Austrália abrangeu mais de seis mil mulheres durante 10 anos. Os números são claros. Mulheres com um peso médio de 64 quilos engordaram nove quilos se fossem casadas ou com filhos, enquanto as solteiras e sem filhos engordavam menos três. Segundo o estudo,as mulheres solteiras mantêm a boa forma, porque têm mais cuidado com a imagem - vão ao ginásio, fazem dieta e apesar de beberem mais álcool à noite, gastam as calorias nas pistas de dança.

Conclusão? Embora estas pesquisas sejam sempre questionáveis, apontam pelo menos tendências. O ideal é estar casado e apaixonado. Elementar. Só assim é possível fugir à gordura e manter a silhueta, além de ser a receita certa do casamento. Fácil, não?